Pesquisa CNT/MDA aponta 55,4% de satisfação com Governo Bolsonaro

Para 55,4%, o governo de Bolsonaro está sendo melhor que o de Temer, enquanto 24,3% consideram que está sendo igual e 8,7% avaliam que está pior

Com 2.002 pessoas ouvidas, a 143ª Pesquisa CNT/MDA aponta que 55,4% dos entrevis-tados disseram que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) está melhor do que a gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB). O estudo, realizado de 21 a 23 de fevereiro, foi divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) na terça-feira, dia 26, e mostra a avaliação dos índices de popularidade do governo e pessoal do atual chefe da Nação.

A avaliação do Governo Bolsonaro é positiva para 38,9% dos entrevistados, contra 19% de avaliação negativa. Para 29%, a avaliação é regular e 13,1% não souberam opinar. A aprovação do desempenho pessoal do presidente atinge 57,5%, contra 28,2% de desaprovação, além de 14,3% que não souberam opinar.

EXPECTATIVA – A expectativa dos entrevistados para os próximos seis meses como relação a emprego, 51,3% disse que acredita que vai melhorar; 17,2%, que vai piorar; e 28,7%, vai ficar igual. Sobre a renda mensal, 33,8%, afirmou que vai aumentar; 9,6%, que vai diminuir; e 51,2%, que vai ficar igual. Quanto aos setores que consideram primordiais, na Saúde 41,7% respondeu que vai melhorar; 19,2%, que vai piorar; e 36%, que vai ficar igual. A Educação 47,2% dos ouvidos acreditam que vai melhorar; 15,6% que vai piorar; e 34,8% que vai ficar igual. E sobre a Segurança pública, 53,3% disseram que vai melhorar; 17,5%, que vai piorar; e 26,3%, que vai ficar igual.

ELEIÇÕES – O levantamento questionou também quantos votaram para presidente em outubro, e 82,7% afirmaram que cumpriram seu dever como eleitores. Destes, 70,4% estão satisfeitos com o voto e 15,9% estão muito satisfeitos; enquanto 7,6% estão arrependidos. Para 55,4%, o governo de Bolsonaro está sendo melhor que o de Temer, enquanto 24,3% consideram que está sendo igual e 8,7% avaliam que está pior. Na comparação entre Dilma Rousseff (PT) e Bolsonaro, 55,9% acham que o governo atual está sendo melhor; enquanto 19,4% avaliam que está pior e 14,5% consideram que está sendo igual.

Ao serem questionados se Bolsonaro reúne as condições para unificar os brasileiros, 40,5% responderam que sim, que a atuação dele vai contribuir para reduzir a separação política entre as pessoas. Já 21,6% afirmam que vai acirrar a separação política e 18,1% avaliam que não vai alterar.

METODOLOGIA - Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

28/02/2019

 

Ecovias

ecovias