Camarão está em período de defeso até 31 de maio

Paralisação temporária é necessária para a preservação da espécie

Pescadores, comerciantes e consumidores devem respeitar o período de defeso do camarão, que teve início no dia 1º de março e se estenderá até 31 de maio em todo litoral paulista. É extremamente importante se conscientizar, pois é durante esse intervalo que ocorre a reprodução e o crescimento das espécies.

Durante essa paralisação temporária da pesca, fica proibido o transporte, a captura, o armazenamento e a comercialização dos camarões rosa, sete-barbas, branco, santana, vermelho e barba-ruça. O intuito do defeso é proteger as espécies para evitar que sejam extintas.

Somente é permitida a comercialização mediante a apresentação de uma declaração de estoque que comprove que os camarões foram pescados antes do período de defeso. O documento é fornecido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Se alguém for flagrado desrespeitando o período de defeso, poderá ser processado e estará sujeito à multa.

18/03/2019

 

Ecovias

ecovias