Gazeta do Litoral


Remando “em casa”, equipe TriboQPira busca novo título na 16ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana

LARGADA SERÁ SÁBADO, 8H, NA PRAIA DA APARECIDA, EM SANTOS

Maior campeã do evento e com a vantagem de competir “em casa”, a equipe TriboQPira busca novo título na 16ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana, que será disputada neste sábado (30), com largada e chegada em Santos. Desta vez, o grupo rema com uma seleção de nomes de ponta da modalidade, vindo de outros times, acumulando muita experiência e títulos na mesma canoa.

A expectativa é colocar uma equipe local no lugar mais alto do pódio. A última vitória nesse desafio foi 2016. O time também teve uma fase imbatível, entre 2006 e 2010. Já no ano passado, depois de dois vices seguidos, o time foi o terceiro colocado. “Nossa principal meta é mostrar a força da canoa havaiana em Santos. Queremos ter novamente uma equipe da Cidade no topo do esporte. Treinamos para disputar um lugar no pódio e sabemos que isso não será uma tarefa fácil, mas estamos preparados para uma disputa muito dura”, afirma o capitão da equipe, Rogério Mendes.

A TriboQPira chega preparada, mas sem revelar a estratégia que será adotada durante a dura prova, que conta com 75 km ininterruptos de remadas, com trechos de mar, em toda a costa de Guarujá, depois no Canal de Bertioga e no Porto de Santos, com largada e chegada na Praia da Aparecida, em Santos. São nove atletas, seis remando e três no revezamento. As trocas de remadores durante a embarcação em movimento foi um dos pontos mais treinados para que o time mantenha o ritmo forte do início ao fim.

“Montamos um time muito equilibrado, reunindo os atletas que mais se destacaram em 2018 e alguns jovens remadores que foram revelados nas bases de canoa da Cidade. Nosso diferencial é o espírito de sacrifício. Nossos treinos são realizados durante o amanhecer, faça chuva ou faça sol, e chegamos até aqui unidos, coesos e muito mais fortes que em 2018”, reforça Rogério, atual campeão brasileiro e que, recentemente, venceu o Desafio Salvador - Morro de São Paulo, com 60 km de mar aberto.

Para ele, as particularidades do percurso são a maior dificuldade para garantir uma boa performance. “Numa prova com tantas variantes, o mais difícil é encontrar um ritmo confortável para não haver nenhuma quebra, ou seja, para que todos consigam suportar as dores e a fadiga nos últimos 20 km de prova. Para isso, é importante prestar muita atenção na alimentação e na hidratação durante as primeiras horas da disputa”, fala.

Além de Rogério Mendes, a tradicional equipe de Santos conta com a experiência do Felipe Neumman, da Poseidon, um colecionador de títulos na modalidade; Cauê Serra, da Hoe Mana, um dos melhores lemes do país; Marinho Cavaco, da CPT, destaque do SUP e da canoa; e ainda Jeferson Libório, da Santa Cruz Canoagem, que possui larga vivência no universo da canoagem.

Henrique Barta, Pedro e Caio Guerra, todos da Poseidon, são os jovens talentos que representam a renovação e o sangue novo da equipe, que também conta com Crisvaldo Barbosa, da Lino e Ratzka, atleta que possui uma larga experiência em provas de SUP e canoa. “Treinamos para encontrar um ritmo ideal para a prova e fizemos os treinos de troca, que são muito importantes para a canoa ser mantida sempre em movimento durante o revezamento dos atletas”, revela o capitão. “O entrosamento veio de forma natural e como todos possuem o mesmo objetivo, tudo fluiu de modo fácil”, argumenta.

Apesar de não revelar as estratégias que serão adotadas durante a prova, Rogério acaba revelando um dos “segredos” da equipe, mas que estará fora das remadas, colaborando no barco do apoio, o experiente canoísta Celso Filetti, campeão da Volta em várias edições pela mesma equipe TriboQPira. “A presença dele no barco de apoio terá um grande peso na motivação do nosso time. Filetti é a referência de todos nós e estamos certos que ele decidirá com acerto nos momentos mais críticos”, elogia.

Rogério resume bem o espírito da equipe para todo o desafio que enfrentarão neste sábado. “Superação, pois o corpo tende a aliviar, mas a cabeça deve sempre comandar e ter em vista o objetivo final. Essa luta “corpo x mente” é algo sensacional que todo atleta de provas de resistência adora”, completa.

A 16ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana terá largadas às 8 horas, na Praia da Aparecida, em Santos, com um recorde de inscritos, reunindo 38 canoas no mar. A expectativa é que a equipe campeã complete a prova em torno de seis horas. Nesta sexta-feira, às 18h30, será realizado o briefing do evento, no Sheraton Santos Hotel, à Rua Guaiaó, 70.

A 16ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana tem os patrocínios de DP World Santos, através do Promifae/Semes, e Caiaques Opium Hightec. Apoios: Panificadora Rainha da Barra, TV Tribuna, Parque Estadual Marinho, Sabesp, Baraçaí, Prefeitura Municipal de Santos, Sheraton Santos Hotel e FMA Notícias. Organização da Canoa Brasil, com supervisão da Abracha – Associação Brasileira de Canoa Havaiana.

 
Jabaquara bate o Mauá FC e segue em busca da vaga no Paulista sub-20

Com sete pontos conquistados, o Jabaquara ocupa a terceira posição do grupo 5

Leia mais...
 
Aulas com diversas modalidades prometem agitar a orla santista neste verão

Todas as atividades serão realizadas com diversas faixas etárias durante a alta temporada

Durante toda a alta temporada, Santos terá diversas atividades esportivas para entreter visitantes e moradores.

Canoagem, stand up paddle, body board, surfe e skate são algumas das práticas esportivas trabalhadas no local de forma gratuita e todas com orientação de professores para garantir a segurança e o aprendizado de todos.  

Os ensinamentos serão abertos para diferentes faixas etárias, o que vai depender da prática escolhida. Os interessados em participar devem ir ao local de cada atividade e assinar um termo de responsabilidade. Para as modalidades na água é obrigatório saber nadar, exceto para o surfe.

Quem quiser se aventurar pela canoagem e stand up, as aulas acontecem entre o Parque Roberto Mário Santini, conhecido também como emissário e a Ilha de Urubuqueçaba. A idade mínima para se inscrever é 12 anos. Os praticantes terão breve instrução teórica seguida de prática monitorada, com duração total de 30 minutos. Elas ocorrem nos dias 5, 12 e 19 de janeiro, sempre às 7h30, 8h, 8h30, 9h, 9h30, 10h, 10h30, 11h, 11h30 e 12h e contam com dez caiaques e cinco equipamentos de stand up em cada horário.

A pessoas que preferirem optar pelo body board podem comparecer ao Posto 2. As práticas foram iniciadas na quarta-feira, dia 3, e seguirão até 9 de fevereiro, funcionando sempre de segunda a sexta-feira, às 8h, 9h, 10h, 15h, 16h e 17h. Estão disponíveis 30 vagas por aula com duração de 50 minutos. A idade mínima para sua realização é 5 anos.

Em um ambiente praiano, o surfe não poderia ficar de fora. As atividades da modalidade ocorrem no emissário submarino até o dia 31 de janeiro de quarta a sexta-feira, às 9h, 10h, 15h e 16h. São cinco vagas por aula com duração de 50 minutos cada uma. A idade mínima para participação é de 7 anos.

Por fim, o skate, muito utilizado pelas cidades da Baixada Santista e por pessoas de todas as idades, o breve curso também ocorre no emissário, até o último dia deste mês, de quarta a sexta-feira, às 9h, 10h, 16h e 17h, com cinco vagas por aula que tem duração de 50 minutos.

 
Campeonato Santista de Ciclismo está com vagas abertas até dia 14 de julho

As inscrições para o segundo Campeonato Santista Ciclismo já estão abertas. As vagas comerçaram a ser preenchidas na última quarta-feira, dia 5 e seguem até dia 14 de julho.LATERAL Ciclismo

A competição que será realizada pela Secretaria de Esportes (Semes) da cidade tem 200 vagas para homens e mulheres a partir de 15 anos.

A matrícula é feita online e após o período de validação, a inscrição terá um processo presencial, até o dia 14. Nesta fase, os atletas devem apresentar comprovante de residência atual, como água, luz ou telefone; documento com foto e o CPF, ou cópia autenticada; e atestado médico emitido neste ano comprovando aptidão para atividade física.

Não há taxa de inscrição. Os atletas deverão apenas doar duas latas de leite em pó de 400g, cujos alimentos serão revertidos ao Fundo Sociais de Solidariedade do município.

O Campeonato Santista Ciclismo será realizado em duas etapas. A primeira será no próximo dia 23 de julho. As disputas serão em circuito de rua em 12 categorias masculinas e femininas, e em duas no paraciclismo. A Federação Paulista de Ciclismo chancela a competição, através da Liga Santista do esporte.

Aos que já garantiram vaga a fase de confirmação presencial acontece na Semes que fica na Praça José Rebouças s/nº, no bairro Ponta da Praia até dia 14, de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

Interessados em se inscrever devem solicitar a participação, a partir das 8 horas, pelo e-mail csciclismo@ santos.sp.gov.br. Será considerada a ordem de chegada das mensagens.

 
Escola de Ciclismo de Santos ensina atividade gratuitamente

O objetivo é ensinar às pessoas a andarem de bicicleta e formar futuros talentos no esporte

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Ecovias

ecovias