PM desmente toques de recolher na Baixada Santista

Novos boatos de toque de recolher voltaram a assustar moradores da Baixada Santista.  Com medo, a população relatou ver movimentação de policiais nas ruas e a presença constante do helicóptero Águia, da Polícia Militar, em bairros de Santos e São Vicente.

A boataria fez a Polícia Militar publicar uma nota em seu Twitter desmentindo o toque de recolher. No comunicado, a corporação esclarece: ''está sendo realizada uma operação policial no litoral de São Paulo. A informação sobre toque de recolher é boato''. A Secretaria de Segurança Pública também reiterou a informação na rede social. "Não há toque de recolher em Santos. A polícia está nas ruas para preservar a segurança e a ordem".

Violência - No último domingo, dia 7, sete assassinatos foram registrados no Município, entre eles o de um policial militar na Ponta da Praia. Em cinco dias foram 18 fuzilamentos em toda a Baixada Santista.

O clima de violência teve início no dia 3 de outubro, após morte de soldado da PM da Força Tática Fábio Passos de Sá, 34 anos. Ele foi morto com 14 tiros no rosto, em São Vicente.

 

Praia Grande, dia 10 de outubro de 2012

10:30  Quarta-feira

 

 

 

Ecovias

ecovias