Balconista é assassinada após conflito com marido no Anhanguera

Elaine dos Santos era balconista em uma farmácia e morreu no local. Francisco de Jesus Borges, o marido de 42 anos, era pedreiro e foi levado ainda com vida ao Hospital Irmã Dulce, mas acabou morrendo na madrugada da sexta-feira, dia 25

Uma mulher de 38 anos foi assassinada pelo marido dentro do local de seu trabalho, no bairro Anhanguera. O crime ocorreu na quinta-feira, dia 24 e após atirar na vítima, o assassino atirou contra a própria cabeça. Eles estavam casados havia oito meses e, de acordo com testemunhas, o motivo do crime foi passional.

Elaine dos Santos era balconista em uma farmácia e morreu no local. Francisco de Jesus Borges, o marido de 42 anos, era pedreiro e foi levado ainda com vida ao Hospital Irmã Dulce, mas acabou morrendo na madrugada da sexta-feira, dia 25.

De acordo com testemunhas, o marido chegou por volta de 8h e levou a mulher para o fundo do comércio, quando começou uma discussão entre eles. Ele então fez os disparos. Vizinhos do estabelecimento contam que ouviram três tiros, dois atingiram Elaine. Um dos tiros acertou e partiu a aliança da mulher, que tentou se defender com a mão. O corpo de Elaine e do marido foram encaminhado ao Instituto Médico Legal de Praia Grande.

A delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) Dra Rosemar Cardoso, diz que o pedreiro queria tirar a mulher da região. "Ele tinha muito ciúmes. Pelo que levantamos junto às testemunhas, uma das intenções dele era levá-la para Sergipe. Mas essa não era a vontade dela", disse a delegada.

 

Praia Grande, 28 de outubro de 2013
Fonte: da Redação
Foto: Guto Borelli

 

Ecovias

ecovias