Câmara de Guarujá volta a rejeitar as contas de Antonieta

Por 13 votos contra 2, o plenário da Câmara Municipal de Guarujá reprovou, na sessão da última terça-feira, dia 25, as contas da ex-prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB), referentes ao exercício de 2011

Por 13 votos contra 2, o plenário da Câmara Municipal de Guarujá reprovou, na sessão da última terça-feira, dia 25, as contas da ex-prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB), referentes ao exercício de 2011. Esta foi a segunda rejeição às contas de Antonieta. Há duas semanas, o Legislativo já havia reprovado as contas do exercício de 2010.

Em ambos os casos, havia parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) favorável à aprovação do balanço. Porém, os vereadores, a quem cabem fazer o julgamento político da matéria, optaram pela sua rejeição.

Não puderam participar da votação os vereadores Edilson Dias (PT), que por ser presidente só votaria a matéria em caso de desempate, e Andressa Sales (PSB), que não compareceu à plenária, alegando problemas familiares.

Os demais vereadores optaram pela rejeição das contas da ex-prefeita. São eles: Carlos Eduardo Vargas (PSB), Juninho Eroso (PP), Mario Lúcio (PR), Bispo Mauro (PRB), Sérgio Santa Cruz (PRB), Nicolaci (DEM), Pastor Sargento Marcos (PSB), Naldo Perequê (PPS), Zé Teles (PPS), Doidão (PPS), Peitola (PSDB), Nequinho (PMN) e Raphael Vitiello (PSDB).

Na primeira rejeição de contas, a ex-prefeita já havia se posicionado, considerando o julgamento dos parlamentares uma questão política. “Dos oito anos de minha gestão, seis contas já foram apreciadas pelo TCE e todas tiveram pareceres favoráveis. Esta Casa havia aprovado as contas de 2009 e a comissão de vereadores que analisou o posicionamento do TCE emitiu parecer favorável. O julgamento aqui é político”, enfatizou.

Christiane Disconsi

 

Ecovias

ecovias