Alckmin reinaugura IML de Praia Grande

Unidade estava fechada desde novembro de 2013, gerando transtornos à Região

Três anos e oito meses após o fechamento, o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande teve sua sede reinaugurada no último sábado, dia 29. O governador Geraldo Alckmin e o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, realizaram cerimônia para o descerramento da placa de inauguração da unidade, que agora será conhecida como Equipe de Perícias Médico-Legais (EPML) de Praia Grande.

Com a retomada dos trabalhos, os transtornos causados pelo fechamento devem ser minimizados, afinal os atendimentos estavam sendo feitos apenas no IML de Santos e a unidade de Praia Grande é responsável pelas demandas desde a área continental de São Vicente até o município de Pedro de Toledo, no Vale do Ribeira, o que totaliza uma área abrangida de mais de 2,3 mil km². 

A sede da EPML de Praia Grande funciona em um terreno doado pela Prefeitura. O prédio passou por reforma, ampliação e adequação às normas técnicas e sanitárias para o funcionamento da unidade. Para isso, o Governo do Estado investiu R$ 2,1 milhões na obra. Deste montante, R$ 1,1 milhão foi direcionado à reforma e adequação, R$ 350 mil ao gerenciamento da obra e R$ 647 mil à compra de equipamentos, novos materiais e mobiliário.

De acordo com o governo do Estado, nos próximos 30 dias, serão incorporados mais 64 médicos legistas, 61 peritos criminais e um auxiliar de necropsia. Parte destes profissionais deve ser destinada para o trabalho em Praia Grande.

Presidente de uma Comissão Especial de Vereadores (CEV), que acompanha o caso desde o fechamento, o vereador de Praia Grande, Paulo Emílio de Oliveira (PRB), comentou a reabertura. “Tinha que ter sido mais rápido. Sabemos que já era para ter sido entregue, mas o importante é que o IML reabriu. Ainda não está com a equipe completa, mas abriu e está atendendo desde segunda-feira e isto é o que importa”, ressaltou.

A EPML fica na Rua José Júlio Martins Baptista, 225, no bairro Antártica, ao lado do Cemitério Morada da Grande Planície. O imóvel, que possui 444,06 m² de área construída, conta com dois banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais, câmara fria e diversas salas, entre elas de exame clínico, sexologia, monitoramento, material biológico, entre outros espaços.

Christiane Disconsi

 

 

Ecovias

ecovias