Especial
Corujão da Saúde atenderá o Vale do Ribeira a partir de julho

Projeto pretende zerar filas de exames de endoscopia, mamografia e ultrassonografia atendendo mais dez as regiões do Estado

Com objetivo de zerar as filas de espera para exames de endoscopia, mamografia e ultrassonografia é que o Governo do Estado ampliará o programa Corujão da Saúde para 301 municípios de dez as regiões paulistas, entre elas o Vale do Ribeira.

O anúncio foi realizado pelo governador João Doria, junto do secretário de Saúde Pública do Estado, José Henrique Germann Ferreira, no último dia 14. Com a expansão, o projeto atenderá todo o território paulista. A previsão é que as ações comecem em 1º de julho nos hospitais e unidades estaduais como os Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) e em 15 de julho nos hospitais privados.

A meta é realizar 117.813 exames em horários alternativos, durante 90 dias, nas regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Franca, Marília, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e Sorocaba.

Só no Vale do Ribeira a expectativa é fazer 6.764 exames, sendo 647 endoscopias, 1.843 mamografias e 4.274 ultrassonografias.

Para que isso seja possível, a secretaria responsável contratará trabalhos da iniciativa privada, por meio de chamamento público, o que deve ampliar a oferta de atendimentos em serviços estaduais. Interessados devem acessar o edital publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no sábado, dia 15, e as propostas serão apresentadas pelas organizações em até dez dias após anúncio no documento.

Esta é a terceira etapa do programa e conforme Doria, “nas duas primeiras fases os resultados nos mostram enorme êxito, com quase todas as metas iniciais de exames alcançadas. O programa é um sucesso”, afirmou.

OUTRAS REGIÕES – O programa começou atendendo a Capital, Campinas e Vale do Paraíba em fevereiro. Na segunda fase ampliou os exames para a Baixada Santista, Bauru, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, em abril.

De acordo com a Secretaria, a Capital zerou a demanda reprimida pelos três tipos de exames em maio e até o momento a Baixada Santista esgotou 89% da fila. Nas sete regiões, já foram agendados 77,6 mil exames, no total, com 38,4 mil pessoas atendidas. Desde o início do programa, a Secretaria constata um índice médio de 30% de absenteísmo, ou seja, um a cada três pacientes se ausentam na data e horário marcados.

20/06/2019
Foto: Divulgação/GE

 
Fundo Social realiza terceira edição do Chá Solidário nesta quinta

No Chá são montadas mesas com dez lugares, onde os convidados usam a criatividade para decorá-las

Leia mais...
 
Sebrae Móvel promove ação com atendimento gratuito no Atacadão

Os munícipes contarão ainda com os serviços prestados pelo pessoal da Ação Empreendedora

Leia mais...
 
Inscrições para concorrer aos Conselhos Tutelares seguem somente até sexta

Ausentes do curso preparatório automaticamente estarão excluídos das eleições

Leia mais...
 
Anhanguera recebe serviços de manutenção do Cidade Total

Estão envolvidas no programa de enfrentamento aos problemas, diversas secretarias da Cidade

O Bairro Anhanguera recebe o Cidade Total, serviço de manutenção, cidadania e de conscientização. A ação, desenvolvida pela Prefeitura de Praia Grande, também soluciona algumas demandas apontadas pela própria população. Os trabalhos nesta região deverão se estender até sexta-feira, dia 14.
Para conhecer a demanda de cada bairro, a Subsecretaria de Ações de Cidadania realizou um raio-X de cada área. “As secreta-rias estão integradas e comprometidas em cumprir tudo que foi detectado. É um trabalho educativo, de conscientização e de soluções. A população precisa colaborar também não descartando entulho e lixos em locais irregulares e zelando pelo patrimônio público”, comentou o prefeito Alberto Mourão.
Entre os trabalhos realizados, destaque para a retirada de entulho, lixo e a atuação do Rapa Treco, ações de manutenção da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb).
Além dos profissionais, a atuação também requer a utilização de máquinas pesadas como caminhões e retroescavadeiras. Já a equipe da Secretaria de Trânsito (Setran) retira veículos que estavam abandonados e eram sinônimo de transtorno para os munícipes. Caso não seja cumprido o que é solicitado pelos agentes, o carro pode até ser encaminhado ao Pátio Municipal.
Dentro do Cidade Total ocorre ainda um trabalho especializado que é voltado ao atendimento de moradores de rua, pelos profissionais do Consultório na Rua, da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), e uma equipe da Assistência Social (Seas).
VEÍCULOS - Durante a passagem do projeto nos bairros Quietude e Anhanguera em maio, a Setran fiscalizou mais de 100 veículos considerados em estado de abandono. Carros estacionados há muito tempo no mesmo local, com vidros e peças quebradas, falta de placa e com rodas removidas podem caracterizar este estado.
De acordo com dados da Setran, grande parte dos veículos são retirados pelo próprio proprietário após notificação aplicada pelos agentes de trânsito. No Quietude, 43 situações foram verificadas, em quatro delas o veículo foi encaminhado ao Pátio Municipal. Já no Anhanguera, 63 passaram por fiscalização e somente três precisaram ir ao Pátio.

13/06/2019
Foto: Divulgação/PMPG

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Ecovias

ecovias