Gazeta do Litoral


Estão abertas vagas para disputas de beach soccer, vôlei e futevôlei

Todas as atividades serão realizadas na praia da Enseada, em Bertioga, de 15 de janeiro a 3 de fevereiro

Os amantes de atividades físicas não podem perder a oportunidade de desfrutar das férias com uma boa dose de divertimento e sem deixar de lado a prática de exercícios físicos, além de uma melhor qualidade de vida.

Buscando retratar tudo isso, estão abertas as inscrições para competições de verão em Bertioga.

Todas as atividades serão realizadas na praia da Enseada, a partir da segunda semana de janeiro e estão disponíveis três modalidades: beach soccer, vôlei de praia e o futevôlei com vagas limitadas.  

As vagas podem ser preenchidas no Ginásio Municipal de Esporte Alberto Alves, localizado na rua Henrique Montez, s/nº, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. No ato da inscrição é obrigatório a apresentação do RG e comprovante de residência.

No beach soccer as ações acontecem de 15 de janeiro até 3 de fevereiro, com vagas para as categorias sub-12, 14 e 16, para times feminino e masculino nascidos a partir de 2004.

Para participar do vôlei de praia, as competições serão realizadas nos dias 20 e 21 de janeiro e podem ser inscritas duplas masculinas e quartetos mistos, compostos por duas mulheres e dois homens. Já o futevôlei será nos dias 27 e 28 de janeiro, com vagas para duplas masculinas.

Qualquer uma das atividades será desenvolvida na quadra esportiva que fica ao lado da Pista de Skate João Carlos Ferreira Mathias dos Santos, na Enseada, Centro. Dúvidas e mais informações podem ser obtidas por meio do telefone 3317-6699.

As atividades serão realizadas com apoio da Prefeitura de Bertioga, por meio da Diretoria de Esportes do Município.  

 
De Juqueí, Escola Adriano Camargo conquista tricampeonato no Encontro Paulista de Escolas de Surf

Estreante em competições, Instituto Gabriel Medina vence etapa realizada na praia da Baleia, em São Sebastião.

Com recorde de inscritos (14 equipes), terminou no último domingo a quinta edição do Encontro Paulista de Escolas de Surf, em ondas de meio metro na praia da Baleia, em São Sebastião, considerado um dos melhores picos para iniciantes no litoral do Estado.

Vencedora na prova de Bertioga e quarto colocada na etapa da Baleia, a Escola Adriano Camargo garantiu o terceiro título consecutivo no Encontro Paulista de Escolas de Surf. “A molecada está de parabéns, pois atingimos nosso objetivo. Agora é seguir com o trabalho”, diz Adriano Camargo, técnico e surfista profissional.

Localizada na praia de Juqueí, a escola atua desde 2001 e criou o projeto social Cambaquara, focado nas crianças e adolescentes carentes da região, com aulas gratuitas. “A dedicação dos garotos é impressionante e temos colhido bons frutos desse trabalho. Porém, continuamos sem qualquer ajuda da iniciativa privada ou da prefeitura. Se conseguíssemos um patrocinador, poderíamos melhorar e até ampliar o trabalho, investindo em equipamento e nos professores”, destaca Camargo, responsável pela escola que leva seu nome.

Assim como na primeira etapa, Carlos Gabriel (Escola Adriano Camargo) faturou a Kanui Best Wave, ganhando um vale-compras oferecido pela Kanui. Ele aplicou três manobras bem definidas para conquistar 8,83 pontos e garantir o prêmio extra oferecido pela gigante do comércio eletrônico.

Com duas equipes, o Instituto Gabriel Medina fez bonito em sua primeira participação ao emplacar duas equipes na final. “O desempenho foi muito bom e faltou pouco para uma dobradinha. Conseguimos mostrar a importância do trabalho em equipe, pois alguns surfistas que vinham bem, não tiveram o mesmo rendimento na final. Em contrapartida, outros se destacaram e mantiveram o equilíbrio no time”, explica Alex Leco, um dos responsáveis pela parte técnica do Instituto Gabriel Medina.

De acordo com Leco, a prova serviu para que conhecessem melhor os atletas. “O trabalho foi iniciado há pouco tempo (01/02) e esta foi a primeira oportunidade para adquirir confiança entre surfistas e técnicos. A presença do Charles (Saldanha, pai e técnico do Gabriel), assim como da Simone (mãe e presidente do Instituto GM), deixou as crianças radiantes. O trabalho é individualizado e essa competição serviu como base para seguirmos adiante e melhorarmos a performance de cada um. Podemos dizer inclusive que o Encontro Paulista de Escolas de Surf é um dos nossos objetivos para a temporada de 2017”, afirma Leco.

Como destaque, o técnico aponta Cauã Gonçalves, Higor Souza, Fabricio Rocha e Sophia Medina. “O Cauã ao longo do evento teve o melhor desempenho, mas na final não conseguiu surfar. Porém, o Fabricio veio numa crescente durante toda a prova, assim como o Higor, que começou como reserva e virou um de nossos coringas. A Sophia fez uma grande diferença na final, já que conseguiu pontuações expressivas ajudando o time 1 chegar à vitória”, explica ele.

Mesmo sem chegar à semifinal, os alunos do Projeto Semente, de Praia Grande, no litoral Sul Paulista, comemoraram muito a participação no Encontro Paulista de Escolas de Surf. Comandado pelo freesurfer Luiz Gonçalves, o projeto teve início no ano passado. “Foi mais que um aprendizado. Considero um presente. A competição foi muito bem organizada com excelente estrutura. Deixou nossos "atletinhas" com o sentimento de "quero mais". Quando perdemos fomos à frente do palanque e aplaudimos juízes e staff como forma de agradecimento. Foi engrandecedor e inspirador”, analisa Fabio Doncev, técnico do time.

O Encontro Paulista de Escolas de Surf 2016 tem patrocínio da Kanui e Frooty Açai, através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. Apoio: Federação Paulista de Surf (FPS), Associação de Surf de São Sebastião e Prefeitura Municipal de São Sebastião. Realização: Associação de Surf da Grande São Paulo, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo - Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude.

Resultado da etapa

1 - IGM 1

2 – Centro de atletas de Bertioga 

3 - IGM 2

4 - Adriano Camargo 1

 


Ecovias

ecovias