Brasileiros estipulam que esse será o Natal das lembrancinhas

 

De acordo com um estudo feito pela consultoria Deloitte, este ano, a maioria das pessoas devem gastar de R$ 10,00 a R$ 30,00 por presente. Elaborar uma lista com os nomes de quem será presenteado ajuda na hora de definir os gastos. Além disso, antecipar as compras, sem deixar para a véspera das festividades, pode sair mais barato.

 

 

 

13bCom a chegada do Natal, e a tradição de presentear, muitas pessoas começam o ano no vermelho. Mas segundo uma pesquisa, realizada pela consultoria Deloitte, este ano, metade dos brasileiros pretende ter um gasto médio de R$ 10,00 a R$ 30,00 por presente. No ano passado, esse gasto variava de R$ 50,00 a R$ 99,00.

 

Uma das dicas para economizar nas compras de Natal, é se programar. Elaborar uma lista com os nomes de quem será presenteado ajuda na hora de definir os gastos. Além disso, antecipar as compras, sem deixar para a véspera das festividades, pode sair mais barato.

 

Para quem têm uma família grande, uma das opções de economia é realizar um amigo oculto entre os adultos e adolescentes, e presentear as crianças. Vale até estipular um valor, ou o tipo da lembrança, para que todos recebam os presentes na mesma faixa de preço.

 

Uma opção para quem quer gastar menos, evitar filas e ganhar tempo, são as compras online. Muitos sites oferecem descontos dependendo do valor da compra. Sites de compra coletiva também são uma boa pedida. Em sites assim, é possível encontrar desde serviços de estética, diversão, viagens e produtos, com mais de 50% de desconto. Mas fique atento, em caso de compra pela internet, verifique o prazo de entrega.

 

A estudante, Nicole Sousa de Siqueira, já fez suas compras de Natal, e conseguiu garantir o presente de todos, gastando apenas R$ 150,00. Nicole vai presentear seus pais, seu irmão e sua melhor amiga. “Depois que eu escolho o presente, eu pesquiso preços e compro na loja que tiver mais em conta e que tenha um produto de qualidade. Para o meu irmão, por exemplo, comprei um chaveiro do Corinthians, que toca o hino e tem laser, por apenas R$ 19,90”.

 

Outra dica para quem quer economizar e ainda por cima ajudar as famílias cadastradas no programa de geração de renda de Praia Grande é o Bazar de Natal, promovido pela Secretaria de Promoção Social (Sepros), em parceria com o Fundo Social de Solidariedade, que funciona no Paço Municipal. O bazar é resultado das oficinas realizadas nos Programas de Integração e Cidadania (PICs) e Centros de Apoio à Família do Educando (CAFEs) da Cidade. As peças são variadas, incluindo toalhas de mesa, panos de prato, cestarias e bijuterias. Todos os artigos são personalizados.

 

Crianças – Quando o assunto é criança, o importante é ficar atento a algumas dicas na hora da compra. Brinquedos considerados inadequados ou inapropriados para a idade das crianças podem trazer sérios riscos à saúde. Objetos com ruídos excessivos podem causar danos a audição. É importante evitar brinquedos que tenham formato ou cheiro de alimentos, as crianças tendem a engoli-los. Ter atenção com brinquedos que possuem partes cortantes, pontiagudas ou substâncias tóxicas.  Adquira o brinquedo de acordo com a faixa etária ou idade do seu filho. Por lei, os fabricantes devem transmitir essa informação no rótulo. Além disso, os brinquedos precisam ter selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO).




Fonte: da Redação
Foto: Richard Aldrin
10:57  Segunda-feira
Praia Grande, 17 de dezembro de 2012

 

 

 

Ecovias

ecovias