Itanhaém lidera ranking de estupros na Região

Os estupros aumentaram 21,1% de janeiro a julho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, entre os municípios da Região. Os dados fazem parte das estatísticas mensais que foram divulgados na última semana pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP).

A polícia afirmou que o crime é de difícil prevenção, pois normalmente os atos ocorrem dentro da casa da própria vítima e com algum grau de parentesco entre ela e o criminoso. Neste mês, os casos se multiplicam: foram 183 em sete meses, contra 151 no ano passado.

Itanhaém foi a cidade que liderou as ocorrências de violência sexual, com 35 registros no período. Em seguida está São Vicente, onde 34 pessoas foram estupradas. Ainda foram registradas vítimas em Guarujá, que totalizou 31, seguida por 25 em Praia Grande e 20 em Santos.

Nos sete primeiros meses de 2017 foram 11.649 roubos, quase 60 todos os dias. De janeiro a julho do ano passado foram registradas 10.530 ocorrências do tipo. Das nove cidades, Praia Grande continua com o pior resultado – 2.889 assaltos. Santos, com 2.270 vem logo em segundo nos números negativos. Vale lembrar que os dois municípios são monitorados por câmeras, o que não deu nenhum resultado para diminuir esse crime.

Os roubos de veículos, porém, ficaram estáveis, com pequeno recuo de 2,2%, passando 1.797, de janeiro a julho de 2016, para 1.757, no mesmo período de 2017. Os furtos aumentaram 1,4% e os furtos de veículos 6%. Outro crime que continua crescendo é o roubo, cuja alta chegou a 10,6%.

 

Ecovias

ecovias