Exposição sobre refugiados russos é aberta ao público em Santos

 

O Museu de Arte Sacra de Santos (Mass) promove, entre os próximos dias 13 e 29, a convite da UniSantos, a exposição O Instituto São Vladimir e a Presença Russa em Santos.

O Instituto São Vladimir foi uma organização que prestou assistência a jovens refugiados russo-chineses, que moraram e estudaram por dez anos (de 1958 a 1968) no antigo Mosteiro de São Bento, onde atualmente funciona o Mass.

A mostra aborda o fluxo migratório dos russo-chineses para o Brasil, justificando a necessidade de refúgio para esse grupo.

A exposição, que ocorre no ano do aniversário de 50 anos do Protocolo sobre o Status dos Refugiados e de dez anos da Cátedra Sérgio Vieira de Mello, faz parte da programação de dois eventos organizados pela UniSantos: o 8º Seminário Nacional Cátedra Sérgio Vieira de Mello, que ocorre entre os próximos dias 13 e 15, e a Semana de Relações Internacionais, que será realizada de 25 a 29 de setembro.

O material exposto foi coletado a partir do TCC O Instituto São Vladimir e a Presença Russa em Santos, pela voz dos imigrantes (1958 – 1968). A visitação, que ocorre no campus da avenida Conselheiro Nébias, 300, Vila Mathias, é aberta ao público e gratuita.

Danielle Martins

 

Ecovias

ecovias