Backfish Pro Junior Peruíbe define campeão

Válido como quarta e última etapa, Backfish Pro Junior 17 define os campeões brasileiros da categoria em Peruíbe, litoral sul de São Paulo

A final da segunda edição do Backfish Pro Junior 2017 será realizada em Peruíbe entre os dias 25 e 26 de novembro.

As disputas serão realizadas na praia do Guaraú, ao lado da Reserva Ecológica Juréia-Itatins. Para o ex-atleta e um dos organizadores, Thiago Polegar, o evento será um sucesso. “A expectativa é reunir os principais nomes da nova geração, assim como foi ano passado. É um título importante para os atletas que estão iniciando a carreira profissional”, comentou.

Já a surfista e membro da organização, Larissa Florêncio, mesmo com resultados positivos em 2016, é preciso aprimoramento. “Queremos melhorar ainda mais este ano, com experiências positivas para os atletas e público, tanto na praia quanto na transmissão ao vivo pela internet”.

O campeonato terá R$ 18 mil em premiação, sendo R$ 15 mil destinados aos primeiros colocados na disputa e mais R$ 3 mil ao melhor do ranking nacional que competir no evento e valerá como a quarta e última etapa do ranking, que apresentou três disputas do Pena Little Monster — circuito promovido pela marca Pena Surf Wear desde 2014.

O vencedor embolsará R$ 4 mil e mil pontos no ranking. O segundo colocado leva R$ 2.5 mil e 860 pontos. O terceiro fatura R$ 1,6 mil e 730 pontos, enquanto que o quarto, R$ 1,3 mil e 670 pontos.

Após três etapas realizadas em 2017, o potiguar Israel Júnior é o atual líder, com um ótimo retrospecto, somando uma vitória, um terceiro e um quinto lugar. O cearense Mathias Ramos é o segundo colocado, seguido de seu conterrâneo Jannifer de Souza e do paulista Igor Moraes.

No ano passado, a vitória na final e o título brasileiro ficou com o pernambucano, Tiago Silva, numa final de alto nível, superando o paulista de São Sebastião, Samuel Pupo, Théo Fresia, de Búzios/RJ, e Weslley Dantas, de Ubatuba, que acaba de garantir o título paulista profissional.

A competição é apresentada pela Prefeitura de Peruíbe por meio da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp).

 

 

Ecovias

ecovias