Escola Unidos da Baixada elege rainha e apresenta samba enredo sábado

Pela primeira vez, algumas escolas de Praia Grande se unirão para desfilar no carnaval santista

 

Há quem espere o ano inteiro pela chegada do carnaval. O público que não abre mão do samba poderá conferir neste sábado, dia 25, a partir das 20h, em Praia Grande, a escolha da rainha de bateria e a apresentação do samba enredo da escola santista Unidos da Baixada.

Para a rainha, serão cinco candidatas que terão de mostrar todo o talento aos sete avaliadores para conquistar o título. Segundo o membro da comissão de carnaval, Sérgio Deguiã, as garotas farão três entradas ”Todas estão bem empenhadas. E os critérios de avaliação serão de beleza, quando estarão de roupa praia, em seguida com traje de festa para avaliar a elegância e simpatia e por último, o quesito samba no pé com roupa de carnaval”, disse.

A entrada é franca e contará com a presença da bateria furiosa, samba de roda e a presença da co-irmã, a escola Padre Paulo, também de Santos. Os interessados podem comparecer a rua Alcebíades Pacheco, 294, no bairro Nova Mirim, pavilhão da agremiação Folia 99.

NOVIDADE - A Unidos da Baixada já possui tema definido para brilhar e sacudir a passarela. A escola desfilará ao ritmo envolvente do samba com as cores, realces e a alegria que só o circo pode proporcionar sendo a primeira a encantar o público no dia 2 de fevereiro.

Além disso, a unidade carnavalesca contará em 2018, pela primeira vez com a participação de nove agremiações de Praia Grande, que após dois anos sem a comemoração da data na Cidade, desejavam ansiosamente brilhar outra vez. Agora, com essa união, elas poderão retomar as atividades, e para isso, foi criada uma sub-sede da escola santista no município praia-grandense.

Para o presidente da sub-sede e um dos idealizadores do projeto, Eduardo Oliveira Santos, o objetivo principal desta parceria foi que a essência da data não fosse perdida e que as unidades que já desfilaram por mais de cinco anos, pudessem continuar seus trabalhos. “Precisávamos dar andamento às atividades representando e fazendo a cultura no Município, independentemente de haver carnaval ou não. Essa oportunidade de entramos na disputa de Santos surgiu e estamos colocando em prática o que já têm sido feito na teoria”.


Oliveira disse também que com a extinção do carnaval em Praia Grande as pessoas migraram para outra cidade. “A tendência é que futuramente se forme um carnaval metropolitano, já que existem escolas de outros lugares como as de Guarujá e Cubatão que já desfila lá, e nós não poderíamos ficar de fora. A escola está sendo reformulada e a sede continuará em Santos, mas as atividades serão executadas na sub-sede. Vamos ocupar o espaço que falta, compondo algumas alas, bateria e suprindo as necessidades da escola”, explicou.

Para o presidente da escola, Alexander de Oliveira Cerqueira, que atua no cargo desde 2015 a união acrescentará na escola. “Só vai ajudar a crescer com esta união, porque cultura e história as escolas já tem. O importante é não deixar o samba parar”.


As escolas que participarão desta parceria são: G.R.C.E.S. Casa do Mestiço; G.R.E.S. Folia 99-FM; G.R.S.C.E.S. Unidos da Vila do Sapo; G.R.C.E.S. Amigos do Samba; G.R.E.S. Mocidade Independente Star na Avenida; G.R.C.E.S. Cristal de Praia Grande; G.R.C.E.S. Guaratude; G.R.C.E.S. Unidos da Ocian e Grces , Ong Projeto Faces,

Larissa França

 

 

Ecovias

ecovias