Estreante conquista prata e bronze na Copa Mercosul

Todas as atletas de Praia Grande concorreram nas modalidades: livre, open loops e figuras obrigatórias

Postura, elegância e simpatia. Essas foram as principais características que fizeram a equipe de patinação artística de Praia Grande se destacar e obter prata e bronze durante a Copa Mercosul 2017, que ocorreu em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, entre os dias 10 e 18 de deste mês.

De volta à Cidade há alguns dias, o grupo composto por sete meninas voltou com todas conquistando as 15 primeiras colocações do campeonato. A vencedora da prata e do bronze foi Geovana Gama Oliveira Cruz que ganhou o segundo lugar na modalidade de open loops e em terceiro nas figuras obrigatórias em sua primeira participação no evento.

Geovana não pensou ter tais resultados e para ela o evento deixou experiências. “Não imaginava obter essas colocações. Entrei confiante e deixei as coisas acontecerem. Desde o início minha família me apoiou e sei que não fui a melhor em quadra, mas eu dei meu máximo, e todos eles se orgulharam de mim pelo meu empenho e dedicação, independentemente de medalhas”.

Com o fim do campeonato, Geovana já tem planos para 2018. “Agora que voltei, pretendo me preparar ano que vem, comprar um patins para melhorar o desenvolvimento. Espero que possamos conquistar tudo aquilo que planejamos e nos preparamos”. 

Além da atleta, cada uma concorreu as mesmas modalidades e também a livre, nas categorias aspirante, estreante e iniciante conforme da idade de cada uma. Fizeram parte do evento: Paloma Viegas; Victória Antunes; Isabela Lima da Costa Rego Teixeira; Beatriz Pereira Quinteleano; Giovana Lima da Costa Rego Teixeira; Alycia Jesus Araújo.

A equipe enfrentou desportistas de países pertencentes ao grupo Mercosul, como Argentina, Uruguai, Venezuela, entre outros. Segundo a técnica do time, Patrícia Barbara Oliveira, elas estavam preparadas. “Este resultado foi muito bom para elas e para nossa equipe. Claro que eu como técnica e elas como atletas almejávamos o lugar mais alto no pódio, mas não foi desta vez. Iremos na temporada próxima treinar mais para conseguirmos”, comentou.

A competição que fechou o calendário de 2017 e já estão montando coreografias e treinando elementos novos. Este campeonato foi aberto, ou seja, não era preciso classificações. Todas as integrantes foram com recurso próprio, e existe muita dificuldade de se arrumar apoiadores no esporte e procuram pessoas que possam auxiliar a academia.

As atletas fazem parte do Complexo Likiane’s Academy, que fica na avenida Guilhermina, nº 1046. Mais informações podem obtidas pelo telefone do local (11) 98485-7475 ou pela página do Facebook intitulada ‘@complexolikianes’.

Larissa França

 

Ecovias

ecovias