Caminhada em prol das pessoas com deficiência acontece neste domingo

O objetivo é a mobilização da sociedade, para que haja discussão a respeito da inclusão social e a acessibilidade

Em prol do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Praia Grande realiza a segunda edição da Caminhada de Conscientização neste domingo, dia 3. A concentração será às 9h, no Espaço Conviver Boqueirão e a chegada na Fortaleza de Itaipu (onde haverá uma ação social específica aos participantes). 

Uma novidade deste ano é o circuito com a bicicleta modelo “amigona”, que tem lugar para dois ciclistas, possibilitando que as pessoas com deficiência visual  possa vivenciar a experiência de andar de bicicleta pedalando. Além das tendas com orientação jurídica, de saúde, informações sobre várias deficiências e síndromes e um circuito com dinâmicas de vivência para que as pessoas experimentem algumas dificuldades enfrentadas pelos deficientes na rotina diára ou na circulação pelas cidades.

Para participar basta se inscrever na OAB Praia Grande – rua José Borges Netto, n° 703, no bairro Mirim; Escola Alpha – rua Marília, n° 179, no Boqueirão; e Rede Nova Farma – avenida São Paulo, n° 1079, no Boqueirão; ou avenida Presidente Kennedy, n° 5249, bairro Tupi. A inscrição custa R$ 25,00.

O presidente da Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB Praia Grande, Marcelo Ataíde Garcia, conta que no evento do ano passado tiveram cerca de 800 pessoas participando. “A expectativa esse ano é que a caminhada chegue a mil participantes. E vai ser muito legal se as pessoas forem prestigiar, pois, parte do dinheiro arrecadado será revertido para as instituições assistenciais da cidade.”

A retirada de KIT será até esta sexta-feira, dia 1º, nos pontos de inscrição da Cidade. Ainda de acordo com Garcia, é importante que as pessoas participem deste evento. “O objetivo da caminhada é a mobilização da sociedade como um todo, visando ampliar a informação e fomentar a discussão a respeito da inclusão social e a acessibilidade.” (D.M).

 

Ecovias

ecovias