Operação tem início com apresentação de policiais

Policiais militares foram chamados um a um para serem reconhecidos e confirmados na Operação Verão

A ação de reforço ocorrerá desde o início da alta temporada e se estende até o dia 16 de fevereiro, após o carnaval. As cerimônias de abertura foram feitas de forma simultânea na Baixada Santista, que terá o mesmo efetivo da última temporada, contando com 1.842 policiais.

Este número já havia sido garantido desde o mês de outubro pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Mágino Alves Barbosa Filho, em reunião do Condesb realizada em Praia Grande.

Nas rodovias, segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a segurança viária será reforçada com aumento de 26% das equipes e veículos operacionais para que seja possível acompanhar o aumento do fluxo.

PRAIA GRANDE – Os 284 Policiais Militares (PMs) que reforçarão o Município por cerca de 60 dias foram recebidos oficialmente no auditório do Centro de Lazer dos Comerciários do Estado de São Paulo, no bairro Nova Mirim.

A solenidade contou com a presença do prefeito Alberto Mourão, que segundo ele, o programa se trata de um reforço importante. “Praia Grande é a quarta cidade do País a receber mais pessoas, estando somente atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis.Todos os visitantes são bem vindos e são responsáveis por sustentar quase 50 mil empregos diretos ou indiretos e serem parte dos 42% dos imóveis de veraneio. É importante que elas venham e se sintam seguras”, comentou. “Queremos que as pessoas tenham uma boa imagem daqui e por isso, a prefeitura de Praia Grande foi a primeira a receber a Operação Verão nos anos 90”, finalizou.

Além da PM, o local terá 38 policiais rodoviários, 120 guarda-vidas temporários, integrantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Defesa Civil e todo o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM).

Por parte da Polícia Militar terá ainda 37 vagas oriundas da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem), que serão ocupadas por policiais trabalhando em seus dias de folga, atuando em motos, bicicletas (60) e quadriciclos (oito), além das viaturas tradicionais.

 

Ecovias

ecovias