Município será o quarto mais visitado na temporada

Limpeza das praias, organização, eventos e hospedagens foram decisivos para colocar Praia Grande nas primeiras posições

Praia Grande ficou em quarto lugar no ranking das cidades do Brasil que serão mais visitadas na temporada de verão, segundo levanta-mento do Ministério do Turismo. O Município perdeu somente para São Paulo, Florianópolis e Rio de Janeiro. Das 74,13 milhões de viagens que os brasileiros devem realizar até fevereiro, a estimativa é que 1,86 milhão seja para Praia Grande.

O número de Praia Grande é extremamente significativo para o turismo de toda a Baixada Santista, que também teve Guarujá e Itanhaém entre as 20 cidades mais citadas na pesquisa.

Para o prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão, a classificação expressa todas as melhorias feitas pela Administração para que a Cidade ofereça cada vez mais estrutura para o crescimento do setor, o que acaba impulsionando a economia em geral. “O comércio fica aquecido, grandes empresários demonstram cada vez mais interesse em se instalarem aqui. Isso gera mais postos de trabalho e possibilidades de termos empreendimentos de grande porte”, enfatiza.

Na opinião do gerente executivo do Santos e Região Conventions & Visitors Bureau, Alexandre Affonso, o resultado já era esperado. “Há alguns anos isso já vem ocorrendo, tanto que a Prefeitura usa isso a seu favor. Praia Grande tem um grande fluxo de pessoas pelo que chamamos de turismo social, que são as colônias de férias. Outra peculiaridade são os imóveis locados para temporada”.  Alexandre ainda destaca como ponto positivo os 21 quilômetros de praias, o triplo do que tem Santos, por exemplo.

Já para o secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande, Esmeraldo Vicente dos Santos, o Dinho, os números exaltam todo trabalho realizado durante o ano. “Ficamos extremamente satisfeitos com os dados divulgados. Isso mostra que estamos no caminho certo e temos uma responsabilidade grande em avançar cada vez mais, com eventos e uma programação de qualidade para moradores e turistas, como os shows, arenas esportivas, apresentações artísticas, entre outros".

Segundo a pesquisa, alguns dos critérios de escolha apontados pelos entrevistados são a mobilidade e limpeza urbana, praias limpas, ciclovias, equipamentos de qualidade e atrações variadas na temporada. Além disso, o Ministério ainda destaca que as viagens na alta temporada em todo o País injeta R$ 100,8 bilhões na economia.

 

 

Ecovias

ecovias