Câmara devolve cerca de R$ 1,8 milhão ao Executivo

Devido a quantidade de projetos pautados, a sessão durou mais de cinco horas

Dos R$ 36.504.000,00 do orçamento anual da Câmara de Praia Grande, o presidente da Casa, vereador Ednaldo dos Santos Passos, o Reco (SD), devolverá R$ 1.873.396,42 aos cofres públicos municipais na primeira quinzena de 2018. O valor representa 5,31% do montante total. A devolução não será feita este ano, pois foi calculada no último dia útil dos serviços municipais, quinta-feira, dia 28.

Segundo a Câmara, a devolução será possível devido a medidas de economia desenvolvidas desde os primeiros dias de governo pela atual gestão, obtida com as revisões de contratos de prestadores de serviços, por exemplo, planejamento das ações e responsabilidade na aplicação do dinheiro público.
As ações resultaram na contenção de despesas, o que possibilitou devolver valores significativos ao Executivo.

Para 2018, o presidente da Casa decidiu reduzir o orçamento do Legislativo praia-grandense. O valor aprovado para o próximo ano é de R$ 34.904.916,00, aproximada-mente 4,3% a menos que o de 2017. “De nada adianta fixar um orçamento elevado e depois realizar uma devolução que não corresponde à economia real. Reflexo disso é que no próximo ano, ao invés de elevar o orçamento, nós o reduzimos para R$ 34.904.916,00”, reforçou Reco, que completou. “Assumimos este compromisso na nossa posse e vamos nos manter firmes, baseados sempre nos princípios que regem a Administração Pública, com transparência e compromisso com a nossa comunidade.”

REGIÃO – Outras Câmaras da Baixada Santista já fizeram suas devoluções. Em São Vicente, a devolução da Câmara foi que possibilitou o pagamento da folha de dezembro dos servidores municipais. No dia 10 de dezembro, o presidente da Casa, vereador Wilson Cardoso (PSB), devolveu R$ 1,32 milhão ao prefeito Pedro Gouveia (PMDB). Esse valor complementou o repasse anterior.

No dia 1º de dezembro, um cheque de R$ 3 milhões já tinha sido entregue ao Executivo, referente à sobra do duodécimo da Câmara deste ano. Metade desse valor foi destinada ao pagamento do 13º salários dos funcionários públicos municipais, a pedidos dos próprios vereadores. A outra parte foi para a Secretaria da Saúde, segundo o prefeito.

Em Santos, uma comissão de vereadores esteve na Prefeitura no último dia 12, para devolver R$ 12 milhões do Legislativo para os cofres municipais. Esse foi o terceiro repasse da Câmara para a Prefeitura este ano. Em outro, tinham sido devolvidos R$ 8 milhões e, em setembro, R$ 7 milhões, totalizando R$ 27 milhões, o equivalente a 30% do orçamento do Legislativo em 2017.

 

Ecovias

ecovias