Licenciamento antecipado será feito entre janeiro e março

Taxa deste ano é de R$ 87,38 e custo de recebimento dos Correios R$ 11,00

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) liberou para todos os proprietários de veículos do Estado o licenciamento antecipado para regularizar a documentação e circular durante todo o ano de 2018 tranquilamente.

Para todo o tipo de veículo, o licenciamento é obrigatório, independente do ano de fabricação, e a falta dele pode gerar a remoção do bem ao pátio, além de multa e pontos na habilitação.

O calendário obrigatório só começa em abril, mas, para licenciar antecipadamente entre os meses de janeiro e março, o motorista tem que quitar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Desta forma, quem optar pelo parcelamento do imposto poderá fazer o licenciamento ao pagar a última parcela. 

Como nos últimos anos, o Detran.SP já começou a lembrar os proprietários sobre essa possibilidade via SMS e push (mensagem que aparece na tela do smartphone ou tablet de quem tem o aplicativo de serviços instalado). No total, existem cerca de 28,9 milhões de veículos registrados no Estado. 

O licenciamento antecipado é feito de forma eletrônica via sistema bancário. Basta pagar a taxa de R$ 87,38, mais R$ 11,00 do custo do documento envio via Correios, por meio do número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) nos caixas da rede bancária credenciada, terminais eletrônicos ou internet banking.

Não é necessário imprimir boleto para pagar o licenciamento eletrônico antecipado.

Apenas veículos de entidade ou órgãos oficiais e veículo de aluguel, espécie carga, não podem realizar o licenciamento antecipado em função da necessidade de apresentação de documentos complementares na unidade de trânsito.

Se o veículo for movido a gás natural (GNV), precisa fazer a inspeção anual de segurança veicular antes de pagar o licenciamento.

 

Ecovias

ecovias