Habitação entrega mais de mil títulos de propriedade

Títulos de propriedade estão sendo entregues em diversos bairros até sexta, dia 6

Dentro do projeto Dono do Lote, da Secretaria de Habitação (Sehab), a Prefeitura de Praia Grande realiza a entrega de 1.033 títulos de propriedade de imóveis na Cidade. Os eventos acontecem até sexta-feira, dia 6. Estes são os primeiros títulos entregues este ano.

Os moradores do Jardim Primavera (124 títulos) e Caieiras I (97 títulos), comunidades localizadas no Tupiry, recebem os títulos nesta quinta-feira, dia 5, na Escola Municipal Sebastião Tavares de Oliveira (rua Savério Fittipaldi, n° 50, bairro Quietude); os beneficiados residentes no Núcleo Mirim (191 títulos), que fica no bairro Nova Mirim, recebem o documento sexta-feira, dia 6, na Escola Municipal Paulo Shigueo (rua Oscár Menezes Barbosa, n° 151, Anhanguera).

Segundo o titular da Sehab, Antonio Eduardo Serrano, este trabalho faz parte das ações da entrega dos primeiros títulos do projeto Dono do Lote. “Temos muito que comemorar. A legislação sobre regularização fundiária tem avançado bastante e mediante a isso a Sehab tem adequado os processos e obtido novas conquistas para os munícipes da Cidade. É um trabalho interessante onde toda equipe da Secretaria de Habitação tem se empenhado ao máximo”.

Na terça-feira, dia 3, os moradores do Jardim Silmara (421) receberam os primeiros títulos na Escola Municipal Gregório França de Siqueira; na quarta-feira, dia 4, os títulos de propriedade foram entregues aos moradores do Jardim Cruzeiro do Sul (200 títulos), ambos localizados no bairro Esmeralda.

O prefeito Alberto Mourão prestigiou o evento na terça-feira, dia 3, e ressaltou que esta foi à primeira de muitas ações que estão por vir. “Essas pessoas contam com documento que está dentro da legalidade, inclusive registrado em cartório. Reforço que este trabalho terá continuidade pelos próximos meses e que seguirei atuando preocupado em buscar soluções para os problemas da sociedade. Espero que todos possam aproveitar este momento especial com muita alegria”, argumentou Mourão.

Com as mudanças nas leis de regularização fundiária, a Sehab desenvolveu ações complementares à regularização que possibilitaram a entrega de títulos definitivos. “Essas famílias eram proprietárias, mas não tinham a posse legal dos terrenos. O que fizemos foi legalizar essa situação, dando a propriedade a quem de direito, dentro da legalidade e já tomando todas as medidas burocráticas. Agora, com a documentação regularizada, as famílias passarão a viver mais tranquilas, sem o medo constante de perder sua casa por falta de documentação que ateste a propriedade de seu imóvel”, salientou Serrano.

 

Ecovias

ecovias