Rodrigo Koxa bate recorde mundial da maior onda já surfada na história

O título foi legitimado pelo Guinness World Records e o surfista será recebido com festa no Guarujá nesta sexta-feira, dia 4

O recorde mundial do brasileiro Rodrigo Koxa, da maior onda já surfada na história, foi legitimado pelo Guinness World Records e nesta sexta-feira, dia 4, o surfista chega ao Brasil e será recebido com festa em Guarujá, com direito a desfilar em carro aberto pela Cidade.

O título foi obtido em Nazaré, Portugal e que foi premiada no Big Wave Awards, da World Surf League (WSL), no sábado, dia 28, na Califórnia (EUA).

A homenagem está marcada para começar às 11h, em frente ao Paço Municipal. De lá, Koxa passará pelas praias do Tombo, Pitangueiras e Enseada, onde será recebido pelo prefeito da Cidade, Valter Suman, no Teatro Procópio Ferreira, na Avenida D. Pedro. A Associação de Surf de Guarujá prepara, junto com a Prefeitura, uma grande festa para comemorar o feito de Koxa, que repercutiu no mundo inteiro.

NO MUNDO – A notícia do prêmio e, consequentemente, da maior onda já surfada na história, foi veiculada nos principais meios de comunicação, como New York Times, Lequipe, Le Figaro, La Gazzetta dello Sport, USA Today, Marca, The Times, CBS e as principais agências de notícias, como Reuters, France Press e The Associated Press, incluindo países sem a mínima tradição ou vínculo com o surf como Hungria, Hong Kong, Rússia e Índia.

A imagem feita pelo filmmaker Carlos Muriongo de Koxa descendo a onda rodou o mundo. O site do Guinness World Records retrata bem a dificuldade do feito de Koxa. “Surfar as ondas é algo que milhões de pessoas adoram fazer, mas ninguém surfou uma onda tão grande quanto o brasileiro Rodrigo Koxa”, cita, destacando o tamanho da montanha de água domada no dia 8 de novembro de 2017, com 24,38 metros ou 80 pés.

No texto, há um histórico dos recordes registrados, todos de norte-americanos até hoje. O primeiro em 2004, com Pete Cabrinha, com 21,3m (70 pés), em Jaws, no Havaí. Em 2008, Mike Parsons surfou 23,4m (77 pés), em Cortes Bank, no sul da Califórnia. E em 2011, Garrett MacNamara garantiu o que era o recorde, com 23,77m, na mesma Nazaré.

“Eu me deparei com o extremo e acreditei, porque me sentia preparado. Esperei isso a vida inteira. E agora estou vivendo o meu sonho”, falou o surfista de 38 anos, que é patrocinado por Blams e Koxa Bomb e tem apoios de Travel Ace Assistance, Akiwas, Silver Surf, SPO, Delírio Natural, Tomihama Sushi e Flex Academia Guarujá.

 

Ecovias

ecovias