Três novos projetos são incluídos na ordem do dia e aprovados em sessões

Três projetos foram incluídos na ordem do dia e para aprová-los em duas discussões, houve sessão extraordinária

A ordem do dia da sessão da Câmara de Praia Grande de terça-feira, dia 8 de maio, começou com sete projetos pautados, mas acabou com nove proposituras aprovadas pelos vereadores. Um dos projetos foi retirado da pauta pelo vereador Roberto Andrade e Silva, o Betinho (MDB), e outros três foram incluídos a pedido do Executivo. Para votá-los em primeira e segunda discussão, foi realizada sessão extraordinária logo após a ordinária.

Sete projetos estavam na ordem do dia para segunda votação, que tinham passado por apreciação do colegiado na semana passada. O Executivo pediu a inclusão do Projeto de Lei nº 30/18, que permite abertura de crédito suplementar adicional ao orçamento vigente no valor aproximado de R$ 11 milhões, que serão aplicados em diversas áreas como Segurança Pública, Assistência Social, Serviços Urbanos, entre outros.

“Venho aqui comentar sobre meu discurso na semana passada que usei até um termo um pouco forte, quando disse que a Assistência Social da Cidade precisava sair da vitrine para a vida real, com relação aos moradores de rua, porque o prefeito ouviu as reivindicações desta Casa, a reclamação de muitos vereadores, ao priorizar a área social com investimentos em ações voltadas a área social, a projetos voltados aos moradores de rua. É preciso cobrar mas também é preciso reconhecer quando é atendido pela municipalidade”, observou o vereador Leandro Rodrigues Cruz, o Leandro do Avelino (PSB).

Também foram incluídos e aprovados nas sessões o Projeto de Lei Complementar nº 4/18, de autoria da Mesa Diretora da Câmara, que prevê adequação à determinações do Tribunal de Justiça e do Tribunal de Contas do Estado, que permitirá a contratação de profissionais para área administrativa da Casa por meio de concurso público; e o Projeto de Lei nº 20/18, de autoria da vereadora Janaina Ballaris (PT), que concede o título de utilidade pública para a Associação Raízes Negras do Litoral (Ranel), que promove ações para promover a igualdade racial. “Quero aproveitar o ensejo para convidar todos para participar da audiência pública Praia Grande e as Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, para ouvir tanto a sociedade negra, como a sociedade em geral, para que ao apresentar uma lei para a implantação da Semana da Consciência Negra ou para pleitear o feriado, ela não se torne obsoleta, mas seja efetiva com ações”, argumentou a autora da propositura.

 

Ecovias

ecovias