Câmara aprova reajuste de 3% para servidores

Para que o pagamento seja feito com reajuste dia 28, Câmara realizou duas sessões consecutivas para aprovação dos projetos

Em duas sessões consecutivas, que duraram somente 30 minutos, os vereadores aprovaram o reajuste para os servidores municipais do Executivo e do Legislativo na terça-feira, dia 15. O percentual do aumento foi 3%, conforme os Projetos de Lei Complementar nº 9/18 e nº 10/18, incluídos na ordem do dia momentos antes de começar a votação. Além da sessão ordinária, foi realizada extraordinária para que o aumento possa ser dado no próximo dia 28. Os parlamentares não se pronunciaram sobre os projetos, que receberam quatro votos contrários dos vereadores Alexandre Comin (PTB), Isaias Moises dos Santos (PTB), Janaina Ballaris (PT) e Tatiana Toschi Mendes (MDB).

Nenhum vereador utilizou seu tempo de apresentação de trabalhos. Em seguida, foram retirados da pauta o Projeto de Lei Complementar nº 5/2018, que propunha alterações no Plano de Carreira e no Estatuto do Magistério Público Municipal; e o Projeto de Lei nº 23/2018, que regulamenta a instalação e o uso de extensão temporária do passeio público, denominado Parklet, em Praia Grande.

O primeiro foi retirado a pedido da vereadora Tati Toschi, que justificou a solicitação. “Sou presidente da Comissão de Educação e queria pedir a retirada para dar mais tempo para a Secretaria de Educação (Seduc) responder os questionamentos feitos pela comissão”, argumentou. O segundo foi retirado a pedido do próprio autor, o vereador Roberto Andrade e Silva, Betinho da Educação (MDB), sob alegação de que precisa estudar melhor o trabalho.

REAJUSTE – Segundo informações da Prefeitura, na quinta-feira, dia 10, representantes do Sindicato dos Trabalhadores Municipais (que está sob intervenção judicial) e uma comissão de servidores estiveram reunidos com o prefeito para definir a proposta do reajuste anual. Além do aumento de 3% nos salários, ficou definido que o valor do cartão alimentação passará de R$ 270,00 para R$ 300,00, o que representa 11,11% de reajuste. Outra reivindicação antiga dos servidores que foi atendida é a concessão de vale transporte intermunicipal aos que moram em outras cidades da Baixada Santista. Ficou definido ainda que será formada uma comissão de servidores de cada Pasta para uma interação contínua com a Secretaria de Administração, no intuito de apresentar as demandas de cada setor. Também foi acertado que haverá uma nova reunião em junho, para análise de pauta de outros pleitos.

Atualmente, Praia Grande possui 11.500 servidores ativos, cerca de 1.200 aposentados e 400 pensionistas. Destes, cerca de 9.000 utilizam o cartão alimentação, sendo que 7.850 são isentos de pagamento, 514 pagam 50% do valor e 365 integral. A partir de maio os servidores com remuneração até R$ 2.016,25 são isentos do pagamento; já funcionários com salário de R$ 2.016,26 a R$ 2.461,07 terão desconto de 50% do valor. Os reajustes são retroativos a 1º de maio, sendo depositados já com novos valores no próximo dia 28.

 

Ecovias

ecovias