Lula e Bolsonaro seguem na frente da pesquisa Ibope em SP

Faltando cinco meses para as eleições, o número de eleitores indecisos ainda é grande se considerada a porcentagem dos pré-candidatos na pesquisa

Em meio à crise política com a greve dos caminhoneiros, na segunda-feira, dia 28, o Ibope divulgou pesquisa de intenção de votos feita em São Paulo com 1008 entrevistados, entre os dias 24 e 27, a pedido da Band. Para presidente da República, estão na frente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC). Para o Governo do Estado, João Dória (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) aparecem em primeiro e segundo lugar, respectivamente.

Para presidente, o Instituto realizou três cenários, com Lula como candidato do PT, com Fernando Haddad como pré-candidato e outro com Jaques Wagner representando o Partido dos Trabalhadores (PT). Para governador de São Paulo, foi somente um cenário com todos os pré-candidatos já confirmados. Em todos, os números de votos nulos ou em branco continuam altos.

No primeiro cenário para Presidência, Lula obteve 23% da intenção de votos, seguido por Bolsonaro com 19%, Geraldo Alckmin (PSDB) aparece com 13%, Marina Silva (Rede) com 9%, Ciro Gomes (PDT) com 3%, Álvaro Dias (Podemos) com 2%; Henrique Meirelles (MDB), João Goulart Filho (PPL) e Rodrigo Maia (DEM) empatados com 1% cada e os demais não obtiveram porcentagem. Neste caso, pessoas que votariam em branco ou anulariam correspondem a 21% do total da pesquisa, enquanto 5% não sabem em quem votar ou não souberam responder.

No levantamento em que o nome do ex-presidente foi retirado e Haddad aparece como pré-candidato do PT, Bolsonaro soma 19%, seguido por Alckmin com 15%, Marina com 11%, Ciro com 7%, Álvaro Dias e Haddad empatados com 3% cada e Meirelles, Fernando Collor de Mello (PTC), Goulart Filho, Maia, Aldo Rebelo (SD), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoêdo (Novo), Levy Fidelix (PRTB), Manuela D'Ávila (PCdoB), Paulo Rabelo de Castro (PSC) e Flávio Rocha (PRB) tiveram 1% cada. Brancos e nulos totalizam 27% dos entrevistados, enquanto 4% não sabem em quem votar ou não souberam responder.

No cenário com Jaques Wagner pré-candidato petista, Bolsonaro totalizou 20% da intenção de votos, enquanto Alckmin obteve 15%; Marina, 12%; Ciro, 7%; Álvaro Dias, 3%; e Meirelles, 2%. Empatados com 1% da pesquisa estão Rebelo, Collor, Rocha, Boulos, Goulart Filho, Maia, Amoêdo, Fidelix, Manuela e Wagner (PT). Paulo Rabelo de Castro (PSC) não obteve percentual. Assim como no levantamento acima, brancos e nulos representam 27% e 4% não sabem em quem votar ou não souberam responder.

ESTADO – No levantamento para governador de São Paulo o número de brancos e nulos é alarmante: 40%. Não souberam ou não quiseram responder totalizaram 10%. Doria teve 22%, Skaf, 15% e Luiz Marinho (PT), 4%. O atual governador Márcio França (PSB) aparece com 3%; Rodrigo Tavares (PRTB), Lisete Arelano (PSOL) e Rogério Chequer (NOVO) estão empatados com 2% cada. Alexandre Zeitune (Rede) não pontuou.

PESQUISA - A margem de erro do levantamento é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o protocolo Nº SP-04608/2018 , e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo Nº BR-06360/2018.

 

Ecovias

ecovias