Filipe e Medina são o Brasil no Corona Open J-Bay

Filipe Toledo segue na briga fase a fase pela liderança do ranking na África do Sul e Gabriel Medina já subiu para o terceiro lugar, mas os dois vão se enfrentar na terceira quarta de final


Em mais um dia de ondas excelentes de 4-6 pés em Jeffreys Bay, foram definidas as quartas de final do Corona Open J-Bay, que deve ser encerrado nesta quinta-feira na África do Sul. Dois brasileiros passaram pelas duas baterias na quarta-feira, mas irão se enfrentar na disputa pela terceira vaga nas semifinais do sexto desafio do World Surf League Championship Tour. Em segundo no ranking, Filipe Toledo briga fase a fase pela liderança com Julian Wilson e Gabriel Medina já tirou a terceira posição de Italo Ferreira com a classificação na última bateria do dia. A primeira chamada para as quartas de final será as 7h30 da quinta-feira na África do Sul, 2h30 da madrugada no fuso horário de Brasília.
Medina se classificou em segundo lugar porque o japonês Kanoa Igarashi aumentou os recordes do campeonato para nota 9,67 e 18,04 pontos de 20 possíveis O defensor do título do Corona Open J-Bay, Filipe Toledo, tinha acabado de atingir 17,23 pontos na bateria anterior, somando nota 7,73 com um 9,50 recebido pela série incrível de manobras modernas e progressivas numa longa direita em Jeffreys Bay. O campeão mundial Adriano de Souza estava passando em segundo durante toda a bateria, mas no final o havaiano Sebastian Zietz surfou uma boa onda que valeu 8,23 para impedir a dobradinha brasileira por uma pequena vantagem de 16,13 a 15,23 pontos.
“Naquela onda que recebi 9,5, minhas pernas estavam queimando depois de tantas manobras”, contou Filipe Toledo. “Estou tentando manter a consistência nas baterias e fico triste pelo Adriano (de Souza), que tava surfando bem também aqui hoje (quarta-feira). Estou procurando descansar bastante e fazer uma alimentação saudável, sempre prestando muita atenção no mar quando parece que você não está fazendo nada”.
O campeão mundial Gabriel Medina também liderou quase toda a bateria que fechou a quarta-feira de direitas perfeitas em Jeffreys Bay. Ele largou na frente com notas 8,50 e 8,00, mas seus adversários acabaram surfando as melhores ondas nos minutos finais. O japonês Kanoa Igarashi tirou notas 8,37 e 9,67 para assumir a liderança como recordista absoluto do Corona Open J-Bay na vitória por 18,04 pontos. O americano Griffin Colapinto ganhou 9,5 na dele, mas depois não conseguiu outra onda boa para superar os 16,50 pontos de Medina.

CONFRONTOS BRASILEIROS – Com a classificação em segundo lugar, Gabriel Medina acabou indo completar a terceira quarta de final, formando com Filipe Toledo o quarto confronto 100% brasileiro nas direitas de Jeffreys Bay esse ano. Medina já venceu um na primeira fase, na repescagem o paulista Wiggolly Dantas derrotou o ex-número 3 do ranking, Italo Ferreira, com mais dois acontecendo na terceira fase encerrada na quarta-feira.
O primeiro deles no terceiro confronto do dia, com Filipe Toledo vencendo o catarinense Yago Dora por uma larga vantagem de 16,60 a 7,94 pontos, somando notas 8,50 e 8,10. Essa bateria rolou logo após Wiggolly Dantas perder por pouco para o número 1 do Jeep Leaderboard, com Julian Wilson conseguindo a vitória com as notas 6,90 e 5,90 das duas últimas ondas que surfou. Com elas, superou o brasileiro por 12,80 a 12,23 pontos. Se o australiano perdesse, Filipe já tiraria a lycra amarela do Jeep Leaderboard dele com a vitória sobre Yago Dora.
A bateria seguinte também foi verde-amarela e o campeão mundial Adriano de Souza também confirmou o favoritismo contra outro novato na elite deste ano, o cearense Michael Rodrigues. Mineirinho tirou a maior nota da bateria – 7,60 – para vencer por 13,77 a 10,84 pontos. Depois, o número 5 do ranking, Willian Cardoso, foi a primeira vítima do recordista absoluto Kanoa Igarashi na quarta-feira. O japonês começou forte com nota 8,83, que somou com um 7,0 para bater o vencedor da etapa passada na Indonésia por 15,83 a 7,67.
Mas, Gabriel Medina fechou a participação brasileira na terceira fase com vitória sobre o australiano Connor O´Leary por 15,63 a 14,20 pontos, conquistando a última vaga para a rodada classificatória para as quartas de final com a nota 9,30 da sua melhor onda. Com as derrotas na terceira fase, Willian Cardoso, Michael Rodrigues, Tomas Hermes, Yago Dora e Wiggolly Dantas, terminaram em 13.o lugar na etapa sul-africana, marcando 1.665 pontos no ranking. Já Adriano de Souza ficou em nono lugar na quarta fase e recebeu 3.700 pontos.

FEMININO EM J-BAY – A competição masculina do Corona Open J-Bay deve ser encerrada nesta quinta-feira e na sexta-feira começa o prazo da etapa feminina que volta a ser disputada na África do Sul depois de 18 anos. Faz tanto tempo que as atuais top-17 do World Surf League Championship Tour nunca competiram nas direitas de Jeffreys Bay. A cearense Silvana Lima está escalada na segunda bateria com a bicampeã mundial Tyler Wright e a também australiana Bronte Macaulay. E a gaúcha Tatiana Weston-Webb entra na quinta com a australiana Keely Andrew e a norte-americana Courtney Conlogue.
Acompanhem a transmissão ao vivo do Corona Open J-Bay pelo Facebook Live da World Surf League acessando também pelo www.worldsurfleague.com e a primeira chamada para as quartas de final masculinas será as 7h30 da quinta-feira na África do Sul, 2h30 da madrugada no fuso horário de Brasília.
SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.
A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.
Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

QUARTAS DE FINAL DO CORONA OPEN J-BAY:
1.a: Conner Coffin (EUA) x Wade Carmichael (AUS)
2.a: Julian Wilson (AUS) x Jordy Smith (AFR)
3.a: Filipe Toledo (BRA) x Gabriel Medina (BRA)
4.a: Kanoa Igarashi (JPN) x Sebastian Zietz (HAV)
QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Quartas de Final e 3.o=9.o lugar com 3.700 pontos e US$ 14.700:
1.a: 1-Conner Coffin (EUA)=16.03, 2-Jordy Smith (AFR)=15.56, 3-Joel Parkinson (AUS)=14.20
2.a: 1-Julian Wilson (AUS), 2-Wade Carmichael (AUS), 3-Frederico Morais (PRT)=12.90
3.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=17.23, 2-Sebastian Zietz (HAV)=16.13, 3-Adriano de Souza (BRA)=15.23
4.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN)=18.04, 2-Gabriel Medina (BRA)=16.50, 3-Griffin Colapinto (EUA)=9.50

TERCEIRA FASE – 13.o lugar com 1.665 pontos e US$ 11.500 de prêmio:
-------últimos resultados da terça-feira:
1.a: Joel Parkinson (AUS) 16.87 x 15.80 Michel Bourez (TAH)
2.a: Conner Coffin (EUA) 16.57 x 15.30 Adrian Buchan (AUS)
3.a: Jordy Smith (AFR) 14.07 x 12.63 Tomas Hermes (BRA)
4.a: Frederico Morais (PRT) 15.67 x 14.53 Kolohe Andino (EUA)
-------baterias que abriram a quarta-feira:
5.a: Wade Carmichael (AUS) 16.77 x 11.70 Jeremy Flores (FRA)
6.a: Julian Wilson (AUS) 12.80 x 12.23 Wiggolly Dantas (BRA)
7.a: Filipe Toledo (BRA) 16.60 x 7.94 Yago Dora (BRA)
8.a: Adriano de Souza (BRA) 13.77 x 10.84 Michael Rodrigues (BRA)
9.a: Sebastian Zietz (HAV) x contundido Owen Wright (AUS)
10: Kanoa Igarashi (JPN) 15.83 x 7.67 Willian Cardoso (BRA)
11: Griffin Colapinto (EUA) 17.70 x 11.67 Mikey Wright (AUS)
12: Gabriel Medina (BRA) 15.63 x 14.20 Connor O´Leary (AUS)

PRIMEIRA FASE FEMININA DO CORONA OPEN J-BAY:
1.a: Johanne Defay (FRA), Sally Fitzgibbons (AUS), Sage Erickson (EUA)
2.a: Tyler Wright (AUS), Silvana Lima (BRA), Bronte Macaulay (AUS)
3.a: Lakey Peterson (EUA), Malia Manuel (HAV), Bianca Buitendag (AFR)
4.a: Stephanie Gilmore (AUS), Nikki Van Dijk (AUS), Macy Callaghan (AUS)
5.a: Tatiana Weston-Webb (BRA), Keely Andrew (AUS), Courtney Conlogue (EUA)
6.a: Carissa Moore (HAV), Caroline Marks (EUA), Coco Ho (HAV)


 

Ecovias

ecovias