Circuito de Surf Amador em PG tem inscrições abertas para atletas da Cidade

Esta é a segunda etapa do evento e a partir do dia 20 abrem as inscrições aos atletas de outras regiõesLATERAL Circuito de Surf

Os amantes e praticantes do surfe de Praia Grande devem ficar atentos pois mais uma etapa do circuito amador da modalidade está se aproximando e está com inscrições abertas aos atletas do Município.

Todos os interessados em participar do evento esportivo devem preencher a vaga até sexta-feira, dia 20. A partir dessa data surfistas de outras cidades do Estado e do País também poderão se inscrever até o dia 3 de agosto.

As inscrições podem ser feitas na loja RipTide que fica na avenida Vicente de Carvalho, nº 172, no bairro Ocian. Mais informações pelo telefone 3471- 4333, falar com Soraya.

SOBRE – A segunda etapa da quarta edição do Circuito de Surf Amador acontecerá entre os dias 11 e 12 de agosto, na praia do Tupi, em frente ao emissário, sendo dividido em três etapas. Nesta segunda fase da disputa as baterias serão subdividas em nove categorias: open, júnior, mirim, iniciante, estreante, petit, feminino (open), máster e com a novidade do feminino sub-14.

Para o diretor de Marketing da APGS, Fábio Doncev, a ideia da nova categoria surgiu com a intenção de deixar a competição mais igualitária. “Na open havia uma certa disparidade porque competem meninas de 10 anos com pessoas de 23, garotas iniciantes e profissionais. Com a sub-14 isso ficará mais justo, mas não impedirá a atleta de participar das duas, caso queira.”

Doncev informa também que houve uma procura maior de mulheres na modalidade. “Foi um aumento gigantesco. Em outros anos a expectativa de participantes no feminino eram quatro, hoje espera-se de 20 a 24 atletas. Isso cresceu muito com o grupo da região, onde se comunicam e divulgam mais o esporte. Todas merecem respeito e dá para ver que estão levando a sério e com isso trazem toda a família junto”, comenta.

O diretor de Marketing acredita que futuramente, nas próximas edições, outras categorias façam parte do evento. “Essa foi o teste que já deu certo, até mais do que esperávamos. Pretendemos colocar ainda a sub-8 no masculino e abrir mais para feminina como sub-16, sub-12 e sub-10”, declara.

Larissa França

 

Ecovias

ecovias