Pesquisa mostra 45% dos eleitores pessimistas

Segundo pesquisa, 61% disseram não ter 'nenhum interesse' ou 'pouco interesse' nas eleições deste ano

O elevado pessimismo dos brasileiros com relação à eleição presidencial de 2018 pode afastá-los das urnas. Segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, dia 2, quase metade do eleitorado (45% dos entrevistados) se diz “pessimista” ou “muito pessimista” com a eleição deste ano para presidente da República.

O Ibope afirma que, em geral, as mulheres estão mais pessimistas com as eleições deste ano do que os homens. Entre os eleitores do sexo feminino, 47% se declararam “mais pessimistas” na pesquisa. Apenas 18% das mulheres entrevistadas se disseram “otimistas”. Entre os homens, informou o Ibope, 43% se dizem “mais pessimistas”, enquanto 28% afirmam estar “otimistas”.

“Quem se envolve na política normalmente são aqueles que não querem fazer o bem para o outro e sim para si e para os seus. Eu sinceramente sempre fui contra não votar, mas este ano está difícil escolher o menos pior”, comentou a professora universitária e artesã Márcia Ribeiro.

Como o voto é o maior instrumento democrático de participação decisiva nas eleições, a jornalista Lorena Flosi não abre mão do seu direito. “Eu prefiro acreditar e tentar escolher um candidato. Abrir mão do voto só ajuda os piores”, argumentou.

Quem concorda com a jornalista que o voto é a única opção do brasileiro para buscar mudanças é a especialista em Ciências Sociais e mestre em Educação, Edna Gobetti Vieira Coelho. “Não abro mão do meu voto. Não votar é se omitir, é covardia. Nem nulo, nem branco. Temos que assumir responsabilidades.”

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 21 e 24 de junho e ouviu 2.000 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Já o nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quinta-feira, segundo o Ibope, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

DESINTERESSE - A pesquisa do Ibope também aponta que 38% dos eleitores afirmam que não têm “nenhum interesse” nas eleições de outubro e outros 23% “têm pouco interesse”, o que soma 61% dos entrevistados. Já os que disseram ter “muito interesse” ou “interesse médio” somam 38%.

 

 

Ecovias

ecovias