Campanha contra sarampo e pólio segue até dia 14

Praia Grande aplicou 13.688 doses de poliomielite e 13.630 doses da vacina contra sarampo, atingindo 85% da meta; as 27 Unidades de Saúde da Família (Usafas) continuam vacinando de segunda a sexta, das 9h às 16h

O Ministério da Saúde prorrogou a vacinação contra sarampo e poliomielite até dia 14. Nas próximas duas semanas, São Paulo pretende imunizar cerca de 350 mil crianças ainda não vacinadas. Na Baixada Santista, cinco cidades farão o mesmo: Bertioga, Cubatão, Praia Grande, São Vicente (que não atingiram a meta de 95% de crianças de 1 a 5 anos) e Mongaguá (que chegou a 110%).

A mobilização terminaria em 31 de agosto, mas continuará porque não se alcançou o objetivo de imunizar, pelo menos, 95% das crianças de 1 a 5 anos. O Estado já aplicou mais de 3,7 milhões de doses de vacinas contra ambas as doenças, garantindo a imunização de 1.862.819 crianças contra pólio e 1.843.885 contra sarampo, conforme aponta o balanço com base nos dados informados pelos municípios. Para atingir o total do público-alvo, ainda é preciso aplicar cerca de 340 mil doses contra pólio e de 360 mil contra sarampo.

Na região, Cubatão atingiu 75,79% da meta, o menor índice da Baixada Santista, com 5.362 doses aplicadas tanto de vacina contra pólio, como contra sarampo. A vacinação segue em 14 postos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Praia Grande aplicou 13.688 doses de poliomielite e 13.630 doses da vacina contra sarampo, o que totaliza, aproximadamente, 85% da meta. As 27 Unidades de Saúde da Família (Usafas) continuam vacinando de segunda a sexta, das 9h às 16h.

Em Bertioga, até sexta-feira, dia 31, a cobertura era de 83,08% de cobertura contra pólio (2.931 doses aplicadas) e 81,35% de cobertura contra sarampo (2.870 doses). As cinco Unidades Básicas de Saúde aplicam as vacinas de segunda à sexta, das 9h às 16h. Em São Vicente, 15 mil crianças foram imunizadas, o equivalente a 81% de cobertura. A campanha é mantida em todas as unidades de segunda a sexta, das 9h às 15h30.

Mongaguá imunizou 2.976 crianças contra a pólio e 2.991 contra o sarampo. A Cidade já atingiu a meta de vacinação, porém, segue imunizando nas nove Unidades de Saúde da Família (USFs), das 7h às 17h. Santos foi a primeira cidade da região a atingir a meta. Até o momento, já foram aplicadas 17.639 doses contra o sarampo (103,50%) e 17.914 doses contra a pólio. Na Cidade há cerca de 3.000 doses entre as 28 policlínicas, portanto, a imunização segue enquanto durarem os estoques de segunda a sexta, das 9h às 16h.

Em Itanhaém foram vacinadas 5.022 (95,80%) crianças contra poliomielite e 5.046 (96,26%) de sarampo. A campanha segue em todas as Unidades de Saúde da Família (USF), que funcionam de segunda a sexta, das 8h às 16h. Peruíbe teve 95% do público-alvo vacinado, sendo 3.354 (pólio) e 3.236 (sarampo). A Cidade não está mais vacinando. No Guarujá foi aplicado um total de 17.447 doses contra ambas as doenças, atingindo a meta de vacinação. Com o fim da campanha, as vacinas estão disponíveis nas unidades de saúde.

NACIONAL - Mais de 10 milhões de crianças no País receberam o reforço de vacinação e estão protegidas contra a pólio e sarampo. Segundo dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) 91,3% do público-alvo receberam as duas vacinas. Para vacinar as mais de 976 mil crianças que ainda faltam, o Ministério prorrogou a campanha em 15 dias, até o dia 14 de setembro.

 

 

Ecovias

ecovias