Quatro cidades da região não atingiram meta de vacinação contra pólio e sarampo

Até o momento, Praia Grande aplicou 14.206 doses de vacinas contra a poliomielite e 13.941 contra sarampo

Quatro cidades da Baixada Santista correm para atingir a meta de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, cuja campanha de imunização segue até sexta-feira, dia 14. Bertioga, Cubatão, São Vicente e Praia Grande precisam vacinar 95% das crianças entre 1 a 5 anos.

Em Praia Grande, o total de vacinados contra as duas doenças está em 88% da meta. Até o momento, a Cidade aplicou 14.206 doses contra a pólio e 13.941 contra o sarampo. As 27 Unidades de Saúde da Família (Usafas) continuam vacinando até sexta, das 9h às 16h.

“Essa prorrogação é mais uma oportunidade que os pais e responsáveis têm de vacinarem seus filhos. Apesar das doses estarem disponíveis o ano todo, é importante que os pais se conscientizem neste momento. Em alguns estados essas doenças retornaram, sendo que já haviam sido erradicadas, por isso é importante proteger as crianças”, explica o diretor da Vigilância Epidemiológica de Praia Grande, Rafael Leite.

Em Cubatão foram aplicadas 5.573 doses, o que representa 78,77% dos pequenos que deveriam ser vacinados. Já na Prefeitura de Bertioga houve 83,08% de cobertura contra pólio, sendo aplicadas 2.931 doses e 81,35% da meta de sarampo, sendo vacinadas 2.870 crianças. Cinco Unidades Básicas de Saúde de Bertioga aplicam as vacinas até sexta, das 9h às 16h.

São Vicente já vacinou 15.690 crianças no Município, o que corresponde 84,9%. A Cidade continua vacinando até sexta, nas 23 Unidades de Saúde das 9h às 15h30. Santos, Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá e Guarujá já atingiram o número estipulado pelo Ministério da Saúde.

O Estado já aplicou mais de 4 milhões de doses de vacinas contra ambas as doenças, garantindo a imunização de 2.022.141 crianças contra pólio e 2.002.525 contra sarampo. Para atingir o total do público-alvo ainda é preciso aplicar cerca de 180 mil doses da vacina contra pólio e 200 mil contra sarampo.

NACIONAL – Até terça-feira, dia 11, dados preliminares do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) indicavam que a média nacional de vacinação está em 93%. Foram aplicadas no Brasil cerca de 20,8 milhões de doses das vacinas (10,4 milhões de cada vacina). Onze estados atingiram a meta do Ministério da Saúde de vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo, para as duas vacinas. Mais de 4 mil (72%) municípios do País cumpriram a meta.

Cerca de 800 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% e 95,44%, respectivamente. A maior preocupação é com faixa de 1 ano, cuja cobertura ainda está em 85,45%.

  




 

Ecovias

ecovias