Praia Grande ultrapassa meta anual prevista para investimentos na saúde

Dados foram debatidos na última reunião do Conselho de Saúde, na terça, dia 18

Pela lei, todos os municípios devem investir, no mínimo, 15% anualmente de seu orçamento na área da saúde. Praia Grande já superou a meta exigida pela legislação na aplicação dos investimentos. Sem ao menos completar o ano, a Cidade já ultrapassa os 17%. Esse importante dado foi o principal tema debatido na última reunião do Conselho de Saúde, realizada na terça-feira, dia 18, na Casa dos Conselhos.

A estimativa para o fechamento do ano é ainda mais positiva. A previsão é que o Município termine com mais de 19% de investimento no setor. Além disso, a reunião entre os conselheiros contou também com profissionais da Secretaria de Finanças (Sefin) que anteciparam os números previstos para 2019. A Ci-dade poderá aplicar até 25% na área.

Na reunião, os representantes da Sefin também apresentaram a prestação de todas as contas da Secretaria até o segundo quadrimestre desse ano para a aprovação dos integrantes do Conselho. O documento foi confirmado por unanimidade.

O secretário de Saúde Pública da Cidade, Cleber Suckow Nogueira explica que ter superado a meta é importante. “A superação desse índice é mais um indicativo da preocupação da Administração em melhorar cada vez mais o atendimento ao munícipe. O mínimo é de 15%, mas todos os anos ultrapassamos esse valor e investimos muito mais”.

Cleber ressalta que a Sesap se preocupa sempre com a prevenção. “Se prevernirmos, teremos mais saúde e menos pessoas doentes. Por isso, a Atenção Básica está entre os principais investimentos. Estamos investindo maciçamente nos exames de média e alta complexidade, pois nao podemos mais esperar uma solução dos governos”, reforça.

EXAMES – Com o objetivo de investir cerca de R$ 4 milhões em recursos próprios, a Prefeitura decidiu não mais aguardar uma solução das esferas estaduais e federais para acabar com as filas de espera de diversos exames médicos. A Sesap abriu o Edital de Chamamento para Credenciamento de Serviços Técnicos Especializados para a realização de procedimentos cirúrgicos e ambulatoriais, de consultas e de exames de apoio diagnóstico e terapêutico, por meio de unidade móvel.

A Cidade tem como meta realizar milhares de consultas e exames de média e, inclusive, alta complexidade nos próximos meses. A iniciativa busca equacionar uma demanda reprimida e, desta forma, beneficiar milhares de pessoas que aguardam para efetuar esses procedimentos.

Apesar de alguns dos procedimentos serem de responsabilidade dos governos estadual e federal, a Cidade realizará esses exames com recursos próprios. A estimativa é que sejam realizados 47 mil procedimentos em cerca de 40 mil pacientes.

De acordo com a Sesap, somente no segundo quadrimestre de 2018, os exames realizados pelo Estado tiveram uma queda de, aproximadamente 13% em relação ao mesmo período de 2017. Já nas consultas a diminuição é ainda mais expressiva, são 26,5% a menos consultas médicas realizadas pelo órgão, o que acarreta ainda mais fila de espera. Para se credenciar, é necessário que a empresa acesse o Chamamento Público nº 14/2018, que está disponível no site praiagrande.sp.gov.br ou na Sesap.

 

Ecovias

ecovias