Provas do Enem acontecem domingo para 5,1 milhões de inscritos

Professora de Língua Portuguesa recomenda chegar antes para evitar estresse e não comprometer desempenho

 

Em busca de uma oportunidade para ingressar no ensino superior, mais de 5,1 milhões de pessoas farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dois próximos domingos, dias 3 e 10 de novembro. A prova é a principal porta de entrada para universidades públicas e privadas por meio de projetos do governo federal como o Programa Universidade para Todos (ProUni), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Na semana que antecede as provas é comum os candidatos ficarem nervosos, mas a professora de Língua Portuguesa do Colégio Notre Dame, Karen Andrade, recomenda manter a calma para não prejudicar o desempenho no exame. “É difícil em uma situação de estresse. É interessante fazer uma prova anterior em casa, marcando o tempo, e depois ver quantas questões consegue fazer e quantos minutos leva na redação, assim chega preparado”, explica.

Karen diz que na quinta e sexta ainda é válido revisar alguns assuntos, sem nada aprofundado. “Procurar palavras que não conheça é importante como conotação, denotação e semântica, sempre presentes nas provas e faz diferença saber”, diz.

Já sábado deve ser de descanso. “O cérebro não vai aprender do dia para a noite, então é preciso focar na questão emocional e pensar no que fará para manter a calma e fazer o que sabe.”

Além disso, a professora orienta que os candidatos saiam mais cedo de casa para evitar atrasos ou o estresse de chegar em cima da hora. Caso não saibam ou fiquem em dúvida sobre uma questão, a dica é marcar as alternativas com um ponto do lado para depois, se houver tempo, voltar para analisá-la. “Isso ajuda a não perder tempo. Também é fundamental deixar meia hora a mais do que é estipulado para a redação, pois talvez o prazo que determinam não seja suficiente. No meio da prova sai, bebe água, vá ao banheiro, lave o rosto e faça o melhor possível.”

Karen atuou dois anos como revisora da prova, e embora não participe nesta edição, diz que os principais erros estão ligados a falta de atenção ou interpretação. Na re-dação muitas pessoas escrevem conversando com o corretor, colocam receitas, hinos de time de futebol, desenhos ou usam estrutura narrativa com diálogo, erros de ortografia e até em um único parágrafo, todos inválidos.

ALIMENTAÇÃO – A nutricionista Juliana Chaves da dicas de alimentação. Ela recomenda que os inscritos não consumam alimentos pesados, evitem jejum, e no dia tomem café da manhã reforçado com alimentos integrais e ovo mexido. É recomendado levar água, frutas ou castanhas e nozes, que ajudam no raciocínio; evitar bebidas açucaradas e optar por chocolate 70% cacau, por ser rico em serotonina, que ajuda na concentração.

SOBRE - O Enem será realizado em 1.727 municípios Os portões abrem às 12h, horário de Brasília, e fecham às 13h. Do total de inscritos, 1,5 milhão concluirá ensino médio este ano. Os demais já deixaram a escola ou estão fazendo o exame para testar os conhecimentos, tendo 26,7% a faixa de 21 a 30 anos.

31/10/2019
Texto: Larissa França
Foto: Arquivo

 

 

 

Ecovias

ecovias