Especial
Prefeitura revoga edital de licitação dos quiosques

Definição sobre remodelação dos quiosques da praia segue sem data prevista

Leia mais...
 
Mortalidade infantil cresce pela primeira vez desde 1990

Apesar do índice elevado, o Estado de São Paulo é uma das áreas de menor risco de morte infantil no País

Leia mais...
 
Com recorde de público, Encontro reúne mais de 500 participantes

Mourão e o gerente do Sebrae assinaram acordo para oferecer treinamento sobre empreendedorismo aos professores da rede municipal

O encontro destinado aos microempreendedores individuais (MEI), microempre-sários (ME), empresas de pequeno porte (EPP) e aqueles que têm uma visão empre-endedora e pretendem se tornar um empresário aconteceu nesta terça-feira, dia 17. O 3° En-contro Municipal do Empreendedor de Praia Grande teve mais de 500 inscritos e reuniu diversas pes-soas no Palácio das Artes.

Abrindo as palestras, pela primeira vez palestrando no evento, o prefeito Alberto Mou-rão falou sobre Desenvolvimento Econômico de Praia Grande e salientou a necessidade da atualização profissional para o desenvolvimento num todo. “O desenvolvimento econômico tem que ser contínuo. Existe uma eterna necessidade de atualização profissional, devido a vários fatores, como o tecnológico, econômico e cultural. Esse encontro serve também para uma análise do passado e do presente, de olho no futuro”, argumentou.

Na sequência foi a vez do empresário e fundador da Óticas Diniz, Arione Diniz, falar ao público presente. Ele contou sobre sua trajetória como empreendedor. “Eu ando por todo Brasil e não vi em nenhum lugar esse tipo de evento. Reunir centenas de empreendedores com o objetivo de debater ideias voltadas ao desenvolvimento é sensacional. Praia Grande está de parabéns”. elogiou.

Antes das palestras, o prefeito e o gerente do Sebrae na Baixada Santista, Marco Aurélio Rosas, assinaram um acordo para oferecer treinamento aos professores da rede municipal. para que estimulem o empreen-dedorismo já no banco escolar. “Porque é importante ter a percepção de ser criativo, de ser inovador e estar antento com as transformações da sociedade e não esperar que o estado faça por você. Nós queremos além de estimular o atual empresário, ampliar as ações do empreendedorismo”, enfatizou Mourão.

A microempreendedora individual (MEI) Evelina Lúcia da Silva nasceu na Capital e mudou com a família para a Cidade há quatro anos. Em outubro do ano passado resolveu montar a empresa Acelera Autopeças. “Depois de sair da minha cidade e do meu trabalho, decidi que montaria um negócio, eu fui à sala do empreendedor individual e fui super bem atendida, esclareceram minhas dúvidas. Para mim é importante participar do encontro porque o microempreendor tem que estar se atualizando, estudando e conhecendo. Quanto mais informação você tem, melhor é o crescimento da sua empresa.”

Representando um dos apoiadores do evento, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Praia Grande (ACEPG), Alaôr Artur da Silva, salientou a importância em ter um evento deste porte na Cidade. “Este encontro traz as empresas para se comunicarem e entenderem a nova relação no mercado. É muito importante um empresário escurtar um case de sucesso, pois desperta vontade de fazer diferente, fazer com que o empresário também tenha o arbítrio de fazer parte desta história e escrever a sua história de sucesso de forma diferente.”

 
Grupo realiza reunião exclusiva para mulheres que precisam de ajuda no combate ao alcoolismo

Para inovar, o Grupo Praia Grande irá fazer uma reunião fechada para mulheres que tenham problema com o alcoól

Cada vez mais jovens, mulheres e famílias procuram apoio nos Alcoólicos Anônimos (AA), uma comunidade para partilhar experiências e eajuda apenas com um objetivo: parar de beber. Por isso, o A.A de Praia Grande realizará uma experiência inovadora na Cidade: reunião fechada apenas para mulheres que tenham problema com o álcool. O evento acontece nesta quinta-feira, dia 19, às 20h, no Grupo Praia Grande.
Nessa reunião as mulheres poderão compartilhar suas forças, esperanças e experiências com o propósito de se ajudarem a evitar o primeiro gole. A ideia é que a mulher vá e ainda leve uma amiga que esteja também precisando desta ajuda.
De acordo com o servidor da Irmandade de Alcoólicos Anônimos, Silva (nome fictício), é um momento para que elas tenham liberdade para falar sobre o assunto. “Acreditamos que elas terão mais liberdade para desabafar em seus depoimentos, já que alguns conflitos poderiam causar constrangimentos em uma reunião mista. Sabendo que está dando certo em outras áreas do País, decidimos experimentar em nossa área que é composta de 36 grupos.”
O Grupo Praia Grande se reúne na rua Emancipador Paulo Fefin, nº 775, no bairro Boqueirão (atrás do Hospital Irmã Dulce). Em São Paulo este tipo de encontro já virou “rotina” já que o Grupo Jabaquara de A.A realizou o 22° Encontro de Mulheres Alcoólicas, que aconteceu no domingo, dia 15.
HISTÓRIA - Para que os alcoólicos tivessem apoio e parassem com o vício foi fundado em 1935, nos Estados Unidos, o Alcoólicos Anônimos, um programa através de 12 passos para recuperação, 12 tradições e 12 conceitos.
Em 1985 foi fundado o Grupo A.A Praia Grande que faz reuniões as segundas, quartas, sextas e sábados, às 20h, na sede no Boqueirão. Existem outros três grupos: do Ocian, Curva do S e Solemar. As reuniões têm duas horas de duração. Para mais informações sobre dias e horários basta ligar para 3235-5301.

 
Inscrições para Fies estão abertas até o dia 22 de julho

Estão abertas as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2018. Serão ofertadas pelo menos 155 mil vagas, sendo 50 mil a juro zero. As inscrições são feitas pela internet, no site do programa, até o dia 22 de julho.

Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

O novo Fies tem modalidades de acordo com a renda familiar. A modalidade Fies tem juro zero para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários-mínimos. Nesse caso, o financiamento mínimo é 50% do curso, enquanto o limite máximo semestral é R$ 42 mil.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capita entre 3 e 5 salários-mínimos. Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito que pode ser um banco privado ou Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

O resultado da seleção do Fies será divulgado no dia 27 de julho, em chamada única. Os candidatos que forem pré-selecionados deverão complementar as informações da inscrição no período de 27 a 31 de julho e, depois, fechar a contratação do financiamento.

No caso dos estudantes inscritos no P-Fies, não haverá lista de espera. Os demais poderão manifestar interesse entre os dias 1º e 24 de agosto.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Ecovias

ecovias