Especial
Vacinação em dia ajuda pacientes com câncer a manter ‘o bom estado clínico’

 

 

Pacientes em tratamento de câncer devem manter a vacinação em dia. Isso porque a prevenção de doenças é muito importante para a manutenção do bom estado clínico destes pacientes que, em função do câncer, tornaram-se imunodeprimidos. O alerta é do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), unidade da rede pública estadual e maior centro de oncologia da América Latina. A regra também vale para os cuidadores desses pacientes.

 

Segundo recomendação do Icesp, pacientes imunodeprimidos devem tomar alguns cuidados especiais na hora da vacinação. Pessoas em tratamento oncológico podem receber vacinas com patógenos mortos ou com vírus e bactérias inativados, como a da influenza, pneumonia e tétano.

 

Imunizações que apresentam vírus e bactérias atenuados, como a tríplice viral e a de febre amarela, não devem ser ministradas ao paciente oncológico ou a pessoas portadoras de outras doenças que causem imunodepressão.

 

Também é importante que os familiares e cuidadores desses pacientes mantenham-se imunizados, para evitar a transmissão cruzada de doenças.

 

“Ainda que a resposta de pacientes com câncer seja menor que a da população comum, estas pessoas devem receber as vacinas indicadas. Também é essencial que seus familiares tomem as doses de vacinação adequadamente. Ao se manterem saudáveis, eles contribuem para a preservação da doença de quem está sendo cuidado”, orienta a médica infectologista do Icesp, Lígia Camera Pierrotti.

 

 

 

 

 

 

 



Fonte: Secretaria Estadual de Saúde
17:18  Segunda-feira
Praia Grande, dia 17 de setembro de 2012 

 
Publicação do Banco Central aponta redução da estimativa de crescimento do PIB para 1,57%

Analistas do mercado financeiro projetam crescimento da economia cada vez menor. Pela sétima semana seguida, a projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) caiu e desta vez passou de 1,62% para 1,57%.

Para 2013, a projeção foi mantida em 4%. As informações estão no boletim Focus, publicação semanal do Banco Central feita com base em estimativas do mercado financeiro para os principais indicadores da economia.

A estimativa de queda passou de 1,89% para 1,92%. No próximo ano, a expectativa é que haverá recuperação, com crescimento de 4,25%, menor que a estimativa anterior (4,5%).

A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB subiu de 35,37% para 35,5%, este ano, e foi mantida em 34%, em 2013.

A expectativa para a cotação do dólar ao final do ano permanece em R$ 2, tanto para 2012 quanto para 2013, há cinco semanas seguidas. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) foi mantida em US$ 18 bilhões, neste ano, e passou de US$ 14,57 bilhões para US$ 14,4 bilhões, em 2013.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa foi ajustada de US$ 59,2 bilhões para US$ 58,22bilhões, este ano, e mantida em US$ 70 bilhões, em 2013.

A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do País) foi mantida em US$ 55 bilhões, este ano, e em US$ 58 bilhões, em 2013.

 

 



Fonte: ABr
17:16  Segunda-feira
Praia Grande, dia 17 de setembro de 2012 

 
Praia Grande não registra casos de raiva há 14 anos

Sem registrar casos de raiva, Praia Grande segue com monitoramento periódico nos bairros da Cidade e recentemente pediu ao Estado, o envio de mais de 30 mi doses de vacinas. Nos últimos dois anos, a imunização foi suspensa em todo o Estado devido a troca do laboratório que fornecia os medicamentos e que produziu reações adversas nos animais, até mesmo o óbito.

Leia mais...
 
Inscrições para as Etecs começam no dia 28

O cadastro para realizar o vestibulinho acontece entre os dias 28 de setembro a 25 de outubro em todo o Estado. Estudantes afrodescendentes recebem 3% de pontuação acrescida na prova e os alunos que vieram de unidades da rede pública são beneficiados por 10%. A taxa de inscrição é de R$ 25,00.

Leia mais...
 
Em quase 60 dias, São Paulo não registra chuva significativa

Em meio a uma das maiores estiagens da história de São Paulo, na terça-feira, dia 11, a cidade acordou com uma leve chuva, quase imperceptível. Era tão fina e isolada que nem foi registrada pela estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na zona norte. Porém, moradores garantem que viram chuva, por volta das 7h.

O chuvisco de ontem aconteceu, sim. Não foi uma miragem. A estação meteorológica do IAG (instituto de ciências atmosféricas), da USP, registrou garoa na região da Água Funda, na zona sul. Mas a água foi tão mínima que não foi possível medi-la.

Por isso, São Paulo continua a contabilizar dias sem chuva. Agora, já são 55 seguidos sem precipitação significativa, segundo o Inmet. É o maior período desde 1994. O instituto só considera chuvas significativas a partir de 1 mm de água (um litro de chuva em um metro quadrado).

Em 1º de agosto, por exemplo, choveu 0,3 mm. Mas o volume foi tão pequeno que não interrompeu a sequência de dias secos na contagem.

UMIDADE - Mesmo que não tenha acabado com a secura, a garoinha de terça ajudou a aumentar um pouco a umidade do ar. Às 15h, a Cidade marcava 26% de umidade. No dia anterior, a marca ficou em 19%. Já o ar, tanto terça como segunda, ficou regular, segundo a Cetesb (Companhia Ambiental de São Paulo).

 





Fonte: Folha de S. Paulo
14:27  Quarta-feira
Praia Grande, dia 12 de setembro de 2012 

 

 
<< Início < Anterior 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Ecovias

ecovias